Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Pau-rosa, perfume Chanel e Marilyn Monroe

Autor: Rômulo Cavalcanti Braga - Data: 01/08/2011
RSS

A história do perfume mais famoso do mundo, imortalizado por ser a única coisa que Marilyn Monroe "vestia" para dormir, começa nas entranhas da selva amazônica, bem longe do glamour das boutiques, bolsas e pescoços decorados por jóias. No mato, caboclos mal vestidos e mal pagos precisam ir cada vez mais longe, se embrenhar sempre mais para encontrar o pau-rosa, do qual extraem um dos principais ingredientes do perfume. A árvore foi tão explorada nas últimas décadas que está ameaçada de extinção, pondo em risco a sobrevivência da espécie e da própria indústria. Os "pau-roseiros", como são conhecidos, chegam a passar três meses na floresta, vestindo apenas um par de Havaianas, calção e camiseta, para conseguir a madeira. Nada de motosserra ou trator. As toras são cortadas no serrote e carregadas nas costas, amarradas a uma mochila de cipó chamada Jimanchi. A alimentação é à base de caça, principalmente macaco, veado e porco cozido. Devido aos riscos de extinção, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) condiciona os extratores de óleo de pau-rosa a fazer a reposição de mudas segundo quantidade exportada, sendo 80 mudas para cada tambor de 180 kg de óleo exportado; e condiciona o corte de seu s troncos, na Amazônia, a 50 cm do solo, para que haja rebroto. Entretanto, o Ibama calcula que, entre 2003 e 2008, as exportações do pau-rosa tenha sido cerca de 500% maiores que as permitidas. Outra tentativa preservacionista envolve a inclusão da árvore na lista de produtos controlados pela Convenção do Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora (Cites). As tentativas de preservação também têm relação com a ameaça às populações naturais do Pará e Amapá.

PAU-ROSA (Aniba Rosaeodora Var. Amazonica)



Exemplares de pau-rosa (Aniba rosaeodora) na Reserva Florestal de Ducke em Manaus
Fonte da foto: http://www.jardimdeflores.com.br/ECOLOGIA/link31paurosahist.htm

• Nome Científico: Aniba Rosaeodora Var. Amazonica
• Nome Popular: Pau-rosa, pau-rosa-imbaúba.
• Família: Lauraceae
• Divisão: Magnoliopsida
• Origem: Brasil
• Ciclo de Vida: Perene



Fonte foto: http://www.plantasonya.com.br/linkrvores-e-palmeiras/pau-rosa-aniba-rosaeodora-ducke.html

Apresenta diferenças morfológicas e na composição do óleo essencial em relação à espécie nativa da Guiana Francesa, Aniba roseaodora. Diferenças no aroma também são evidentes entre óleos oriundos de regiões distintas, como as verificadas entre o óleo brasileiro e o franco-guianense. O Brasil, porém, é o único produtor de pau-rosa e o primeiro registro de extração aconteceu em 1967. Desde então, estima-se que mais de 2 milhões desta árvore já tenham sido cortadas irregularmente, sem a correspondência de replantio. Pode atingir até 30 metros de altura e regenera lentamente. Destaca-se na produção de óleo essencial de aroma agradável, rico em linalol e muito utilizado na indústria de perfumaria. O óleo para fins comerciais é obtido a partir da destilação da madeira. É considerado uma das matérias-primas do perfume Chanel n° 5 e de vários perfumes europeus e americanos.

Rômulo Cavalcanti Braga é paisagista
contato: romulocbraga@uol.com.br

Você pode se interessar tamnbém por:
Orquídeas: O Eldorado da Amazônia
Meio ambiente: Vídeo Berçário das tartarugas da Amazônia
Plantas nativas da Caatinga, bioma rico e pouco conhecido
Margareth Mee, a Dama das Bromélias, pesquisadora de nossas plantas ornamentais
Plantas ornamentais em risco de extinção: Orquídea Cattleya eldorado Linden



Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

08/04/2014 10:01:21

Lailson, sua participação é muito importante para nós! As 2 árvores Aniba Rosaeodora e Physocalymma scaberrimum pohl são bastante parecidas em sua floração, vistas à distância ou em fotos.
Observando as flores notamos a diferença.
Temos aqui no site informações e fotos e fornecedores da Physocalymma-scaberrimum

Paisagismo Digital


08/04/2014 07:36:52

Acredito que a árvore de flores rosas mostrado acima é a Phisiocalima escaberrimun, pau de rosas, cega machado, nó~de~porco,nativa de várias regioes do brasil, como cerrado e amazonia, que todos confundem com a árvore ,cujas sementes produzem o perfume chanel n5, favor verificar a informação , corrigir ,p não induzir pessoas a erros catatróficos, que eu já vi acontecer, muita gente aplicando dinheiro nesta planta, que apesar de bela, não fornece a essência desejada, com gratidão e respeito
eng agr lailson


7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!