Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

The Royal Botanic Gardens, Kew , patrimônio mundial pela UNESCO

Autor: Regina Motta - Data: 09/12/2013
RSS

The Royal Botanic Gardens, Kew , patrimônio mundial pela UNESCO

Considerado patrimônio mundial pela UNESCO desde 2003, os 132 hectares do The Royal Botanic Gardens, Kew é visita obrigatória para quem gosta de jardins e plantas. Além da beleza natural, o Jardim Botânico Real se destaca quando o assunto é história e desenvolvimento do paisagismo e pesquisa científica da flora mundial.
O acervo de plantas é dos maiores do mundo, contando com mais de 27 mil espécies, entre elas 14 mil árvores e uma coleção de orquídeas que já celebrou 200 anos, em jardins e estufas que reproduzem vários habitats do mundo.

Kew Gardens, como é conhecido, está localizado no sudoeste de Londres, entre os distritos de Richmond e Kew. A linha verde do metrô (District line) leva o turista do centro de Londres à estação Kew Gardens em aproximadamente 30 minutos. De lá, são 10 minutos de caminhada até um dos portões, o Victoria Gate.
Kew Gardens é todo lindo e tenho certeza que cada um descobrirá seu cantinho preferido, mas os destaques são:


Palm House

Palm House e Rose Garden - em uma belíssima estrutura de ferro e vidro da era vitoriana, você encontra palmeiras de todos os cantos do mundo, inclusive nosso babaçu! Atrás do Palm House, foi replantado recentemente um Jardim de Rosas, seguindo a planta original da época da construção em 1848. Lindo!


Temperate House

Temperate House: a maior das estufas, com quase 5 mil metros quadrados, abriga espécies da África, Austrália, Nova Zelândia, Ásia e Pacífico. O prédio foi construído na metade do século XIX com o objetivo de fornecer condições climáticas ideais para as diversas plantas trazidas ao Reino Unido por cientistas e exploradores.

Princess of Wales Conservatory: sob um só teto foram recriadas dez zonas climáticas diferentes nesta estufa inaugurada pela Princesa Diana em 1987. Aqui há plantas carnívoras e orquídeas em exposição, juntamente com representantes dos climas mais áridos do planeta.

Xstrata Treetop Walkway: uma passarela suspensa a 18 metros de altura, localizada no Arboreto entre a Temperate House e o lago, proporciona um passeio nas alturas, pelo topo das árvores. Projetada pelos mesmos arquitetos do London Eye, é a mais nova atração de Kew Gardens, tendo sido inaugurada em 2008.
Além dessas construções e da paisagem exuberante que habita todo o parque, há doze jardins formais espalhados, que foram especialmente projetados e plantados com temas diferentes.

As crianças também se divertem em Kew, explore aqui as atrações feitas especialmente para elas. E para completar o passeio, é possível fazer um lanche ou uma refeição em um dos cafés e restaurantes de Kew Gardens.


King William House

Se você é um defensor da precisão observe que a maneira correta de se referir a Kew está no plural, ou seja, Kew Gardens. Isto é devido ao fato de que séculos atrás, havia duas propriedades aqui, Kew e Richmond Estate. Estas terras foram combinadas para (eventualmente) formarem o Royal Botanic Gardens. Os jardins são "real", porque durante muitos anos as propriedades que hoje formam os jardins eram de propriedade de membros da família real da Grã-Bretanha.


Museu 1

O Rei George II e da rainha Caroline morava em Ormonde Lodge, na propriedade de Richmond. Seu filho e herdeiro, o príncipe Frederick, arrendou a propriedade vizinha Kew na década de 1730. Após a morte de Frederick em 1751 sua viúva Augusta começou um jardim botânico, invocando a ajuda de Lord Bute e arquiteto William Chambers, que criou vários edifícios do jardim, incluindo o presente Laranjal, Pagode, e o arruinado Arch. Em seguida, em 1760 George III anexou a propriedade Richmond.


Jardim Japonês

Sob George III, ou mais corretamente, de acordo com seu diretor não-oficial Joseph Banks, Kew Gardens floresceu. Ele enviou coletores botânicos de todo o mundo para coletar espécimes botânicos raros, incomuns, ou simplesmente interessantes. Segundo Banks, Kew Gardens se tornou um depositário de espécies de plantas do mundo e um centro de pesquisa botânica. Depois de George II, que morreu em 1820, os jardins decairam , até que foram entregues ao Estado em 1840. A família real doou um terreno circundante, elevando a área total dos jardins de até 200 hectares. Em 1841 o primeiro diretor oficial do Jardim Botânico foi nomeado. Sir William Hooker era o homem encarregado de executar os jardins, e ele foi o responsável pela fundação do Museu, o Departamento de Botânica Econômica, a Biblioteca e o Herbário.


Kew Gardens

Em 1848, a Palm House foi adicionada, seguido em 1860 pela casa temperada. As enormes estufas são obras de Decimus Burton. A Palm House é uma maravilha de vidro e ferro.


Passeando pelo Kew Gardens



O MODERNO KEW
Os jardins hoje apresentam um mix agradável de gramados ajardinados, jardins formais, e estufas. Igualmente importantes, são as funções de Kew como um centro de pesquisa botânica, mantendo a maior coleção de plantas do mundo.As várias estufas exibem plantas de todo o mundo em ambientes climatizados, enquanto as casas Kew Gardens têm galeria de arte e fotografias que ilustram temas botânicos. O Charlotte Cottage (aberto apenas no Verão) é uma casa de veraneio ao lado de um lago.
O pagode chinês é indiscutivelmente estrutura mais reconhecível do Kew. Também digno de nota é a Evolution House, um pequeno edifício de vidro que exibe a evolução da vida vegetal na terra.


Na Estufa das Carnívoras - Nepenthes ventricosa

A grama do jardim tem mais de 600 variedades de gramíneas, e o Museu da Madeira explica a fabricação de papel e mostra exemplos de armários de madeira embutidos. Kew continua sendo um dos principais jardins públicos do mundo.


Estufa cactaceas - Quiabenthia verticilata


Estufa da Amazonia

http://www.britainexpress.com/London/kew.htm

http://www.londresparaprincipiantes.com/kew-gardens-o-jardim-botanico-real/
Endereço: Royal Botanic Gardens, Kew, Richmond, Surrey TW9 3AB, United Kingdom

Fotos: http://www.london-attractions.info/images/linkttractions/kew-gardens1.jpg

http://cheeseweb.eu/2010/04/visiting-kew-gardens-london-england/

Você gostará também de:
Jardim sensorial, Jardim para todos, Jardim Cidadão
Agora Garden Tower, Residencial de luxo em Taipei
O curioso jardim dos venenos de Alnwick Garden
Beleza e praticidade do jardim Vertical
Complexo de Inhotim - Jardim Botânico e Museu Contemporâneo
O maravilhoso e tecnlógico Garden by the Bay em Singapura



Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

12/12/2013 08:56:03

Prezado Antônio Francisco, fico feliz que tenha gostado! Estou aqui em Londres, perto do Kew, e tenho ido lá quase todos os dias e ainda não vi nem a metade das belezas e raridades! É um mundo!

11/12/2013 15:13:59

Muito obrigado pelo artigo. A mim me incentiva a começar um e outros continuarem cuidando , como este de Kew.


Conteúdo gratuito para paisagistas inscreva-se no canal da AuE Software!
7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!