Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Entrevista: Paisagista Andrea Olionis - paisagismo no Brasil e Espanha

Autor: Regina Motta - Data: 14/07/2014
RSS

A Paisagista Andréa Olionis Silva é brasileira, de Campinas, mas viveu por muito tempo na Europa em países como Espanha,Portugal, Itália e Eslovênia exercendo a sua profissão.



1 - Gostaríamos que você nos contasse um pouco sobre a sua vida pessoal e profissional. Como foi a escolha da profissão? Qual a sua formação?

Bem, na verdade acho que foi mais a profissão que me escolheu. Me formei em Educação Física pela Puccamp, mas não me sentia realizada, porque pensei que fosse uma continuação de anos e anos de Ballet clássico e, na verdade, não tinha nada a ver, então, quando terminei a faculdade me senti perdida, conversei com uma amiga (Macarena, ela deve se lembrar dessa conversa!) e lhe disse que amava plantas e amava fotografia, e não sabia pra qual das duas me virar. Ela me disse que tinha uma amiga que precisava de alguém na pequena floricultura dela, e lá fui eu conversar com a Rosa (nome sugestivo!!) a que seria no futuro minha sócia.

Comecei a estudar com a Rosa que é PHD em biologia e me ajudou muito a conhecer as plantas. Logo me colocou como jardineira, o que me fez aprender muito e na prática, isso tudo há 20 anos atrás quando a profissão paisagista mal existia e éramos vistos como jardineiros . Comecei a fazer cursos e mais cursos, como morava ao lado do CEASA Campinas e bem perto da Holambra comecei por ai, e fui me apaixonando cada dia mais pela profissão.

Futuramente faria também outros cursos especializantes tanto no Brasil como na Europa, quando fui viver aos 28 anos. Com a Floricultura , a FitoArt , fiquei 5 anos e aprendi muito.Minha formação, autoditada! Como lhes disse antes faço muitos cursos, recentemente o Shetckup LayOut 2013, mas essencialmente estudo por minha conta, corro atrás , e escuto muito, acho que é o segredo de todo bom profissional, escutar, seja de um jardineiro seja de um grande e renomado paisagista.

2 - Como é o paisagismo na Espanha? Existe exigência de formação para quem exerce a profissão? Quais as dificuldades encontradas? Há valorização de áreas e edificações que tenham um projeto de paisagismo implantado?

O paisagismo hoje na Espanha, está bastante difícil, como todo profissional liberal, os autônomos, sofremos quando a crise bate forte. Minha empresa a Gardens&Houses, sofreu como toda empresa pequena, foi uma queda substancial mas, em geral, já é uma profissão valorizada, não tanto propriamente pelos espanhóis e sim pelos ingleses e estrangeiros em geral que são mesmo apaixonados por jardins , por plantas.

Como vivia em em Marbella , que é um lugar internacional, a profissão caminhava bem não fosse a crise, mas também acho que, como todo lugar no mundo, funciona com indicações, e se você tem a sorte de conhecer um cliente e ele te deixa criar, isso é tua porta de entrada pra profissão: O antigo, mas sempre atual, boca a boca. Se você faz um bom trabalho, logo vêm outros 10. Não importa qual a sua formação e sim o que você sabe fazer!

Claro que um profissional que cursou o "Castillo de Batres", em Madrid , ajuda muito, mas a união dos dois, teoria e pratica, ainda é o melhor. Em Marbella não há um condomínio sem um projeto de paisagismo, nunca pensei que chegaria a ficar sem trabalho em um lugar como aquele, já que valorizam tanto o jardim e as plantas! Mas, se a obra pára, como acontece com muitas , mas muitas, totalmente paradas , não tem como chegar à parte final que é o paisagismo, que é a última parte da construção, infelizmente.



3 - Na questão de escolha das espécies botânicas, há prioridade para espécies nativas?
Sempre. Inclusive me especializei em XEROJARDINERIA , paisagismo somente com plantas autóctones, ou seja, nativas, e com o menor consumo de água possível, espaços menores de grama. Quando a usamos , usamos artificial, que hoje na Europa há uma qualidade impressionante com relação a tato, inclusive a limpeza e manutenção são mais fáceis .Não sei se já há por aqui também mas, provavelmente, sim, porque hoje o Brasil não fica atrás de nada , de nenhuma empresa e nenhum produto, acho que os lançam inclusive simultaneamente, porque o Brasil é um mercado muito promissor.



4 - Quais as diferenças que você percebe no fazer paisagístico entre o Brasil e Espanha?

Essencialmente nas espécies , na Europa não há a variedade que temos aqui, o Brasil é o paraíso para um paisagista! Quanto ao reconhecimento financeiro, somos mais bem pagos no exterior, quando há trabalho, claro!
5 - Existe uma tendência mais forte e específica nos projetos de paisagismo na Espanha?

Como disse anteriormente a Xerojardineria, o paisagismo responsável, preocupado com o consumo de água e o seu entorno , sempre preocupados em interagir com o que esta em volta, com a natureza , com um paisagismo o mais natural possível.







Jardim reciclado

6 - De volta ao Brasil, como está a sua atividade aqui?

Acho o Brasil o país do futuro; com relação a nossa profissão só vejo avanços, e estou me adaptando a eles, me criei no Sudeste, fiz jardins no litoral e muitos em Campinas, no passado, e alguns até mesmo à distancia.
Vir ao Nordeste está sendo uma realidade completamente diferente , com relação a tudo: Mão de obra, clientes, espécies, enfim, tudo é muito diferente por aqui, no meu primeiro trabalho, aqui mesmo em Tibau do Sul onde moro, tive todos estes problemas!
Mão de obra especializada , se existe já tem "dono" , as espécies aqui se adaptam de outra maneira, estou tenho que estudar tudo de novo! É como um recomeço de carreira, por um lado estimulante mas, por outro, financeiramente custa , porque o cliente sempre quer as coisas para ontem. Agora mesmo estou em processo de adaptação, inclusive aos programas de hoje em dia. Sou do tempo em que se desenhava tudo a mão, e me especializei em perspectiva artística, são obras de arte, mas que não têm mais valor no mercado tecnológico de hoje. Acho o Autocad uma boa ferramenta , mas não se encaixa propriamente ao paisagismo, o Sketchup é legal, mas muito trabalhoso, agora só me falta o AutoLANDSCAPE, que será meu próximo investimento.



7 - Quais as experiências que você trouxe desta temporada no exterior?

Foram muitos anos, vivi fora quase 15 anos e acho que conhecer outras culturas é sempre bom, conhecer pessoas que realmente se interessem e valorizem seu trabalho é muito gratificante.
Aqui, no Brasil, já vejo isso no Sul e Sudeste, em São Paulo e Rio de Janeiro. Aqui no Nordeste ainda não, mas vamos chegar lá, e espero contribuir com essa evolução, uma casa sem plantas é uma casa sem vida. Já está comprovado que valoriza um imóvel em pelo menos 30% a mais do seu valor. Assim, vou lutar para que o paisagismo seja uma profissão respeitada como tantas outras, independente do lugar.
A nossa profissão é linda, amo o que faço, mas falta que nossa remuneração seja equivalente ao nosso esforço , não se pode dedicar anos a uma profissão e depois ficar brigando com um cliente porque ele diz que gosta mais ali...na sombra, sendo que a planta é de sol...ou esquecer que as plantas crescem ...essa vai ser minha luta particular, continuar tentando implantar a idéia do paisagismo inteligente, pensando sempre no consumo da água, usar sempre plantas nativas, e ajudar a combater as devastações desnecessárias.


Implantação de jardim em Tibau do Sul

contato: andreaolionis@gmail.com
Paisajista Andrea Olionis - Facebook
GardensHouses

Você gostará também:
Xerojardineria: Libertia peregrinans
Xerojardineria
Um jardin vertical sencillo
Enamorémonos de la jardineria
Entrevista Arquiteta Paisagista Liane Martins
Origem do paisagismo
Caminhos: sua importãncia no projeto de paisagismo
Plantas ornamentais: Que tal uma salada de flores?
Paisagismo brasileiro perde Fernando Chacel, seu maior expoente vivo







Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários


Estão abertas as incrições para os cursos em Holambra em parceria com Centro Paisagístico Gustaaf Winters.
Estão abertas as incrições para os cursos em Holambra em parceria com Centro Paisagístico Gustaaf Winters.


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!