Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

E você, o que já está fazendo para colaborar com o planeta?

Autor: Marisa Lima - Data: 01/09/2009
RSS

Capitular Em 1987 foi elaborado pela Comissão Mundial do Meio Ambiente e publicado o Relatório Brundtland é o documento intitulado Nosso Futuro Comum, no qual desenvolvimento sustentável é concebido como "o desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades".



Esse relatório faz parte de uma série de iniciativas, anteriores à Agenda 21, as quais reafirmam uma visão crítica do modelo de desenvolvimento adotado pelos países industrializados e reproduzido pelas nações em desenvolvimento, e que ressaltam os riscos do uso excessivo dos recursos naturais sem considerar a capacidade de suporte dos ecossistemas. O relatório aponta para a incompatibilidade entre desenvolvimento sustentável e os padrões de produção e consumo vigentes.

No início da década de 1980, a ONU retomou o debate das questões ambientais. Indicada pela entidade, a então na época, primeira-ministra da Noruega, Gro Harlem Brundtland, chefiou a Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, para estudar o assunto.

O documento final desses estudos chamou-se Nosso Futuro Comum ou Relatório Brundtland.

Apresentado em 1987, propõe o desenvolvimento sustentável, que é "aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem às suas necessidades".

Fica muito claro, nessa nova visão das relações homem-meio ambiente, que não existe apenas um limite mínimo para o bem-estar da sociedade; há também um limite máximo para a utilização dos recursos naturais, de modo que sejam preservados.


Segundo o Relatório, uma série de medidas devem ser tomadas pelos países para promover o desenvolvimento sustentável. Entre elas:

- Imitação do crescimento populacional;
- Garantia de recursos básicos (água, alimentos, energia) a longo prazo;
- Preservação da biodiversidade e dos ecossistemas;
- Diminuição do consumo de energia e desenvolvimento de tecnologias com uso de fontes energéticas renováveis;
- Aumento da produção industrial nos países não-industrializados com base em tecnologias ecologicamente adaptadas;
- Controle da urbanização desordenada e integração entre campo e cidades menores;
- Atendimento das necessidades básicas (saúde, escola, moradia).

Em âmbito internacional, as metas propostas são:
- Adoção da estratégia de desenvolvimento sustentável pelas organizações de desenvolvimento (órgãos e instituições internacionais de financiamento);
- Proteção dos ecossistemas supra-nacionais como a Antártica, oceanos, etc, pela comunidade internacional;
- Banimento das guerras;
- Implantação de um programa de desenvolvimento sustentável pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O conceito de desenvolvimento sustentável deve ser assimilado pelas lideranças de uma empresa como uma nova forma de produzir sem degradar o meio ambiente, estendendo essa cultura a todos os níveis da organização, para que seja formalizado um processo de identificação do impacto da produção da empresa no meio ambiente e resulte na execução de um projeto que alie produção e preservação ambiental, com uso de tecnologia adaptada a esse preceito.

Algumas outras medidas para a implantação de um programa minimamente adequado de desenvolvimento sustentável são:
- Uso de novos materiais na construção;
- Reestruturação da distribuição de zonas residenciais e industriais;
- Aproveitamento e consumo de fontes alternativas de energia, como a solar, a eólica e a geotérmica;
- Reciclagem de materiais reaproveitáveis;
- Consumo racional de água e de alimentos;
- Redução do uso de produtos químicos prejudiciais à saúde na produção de alimentos.

O atual modelo de crescimento econômico gerou enormes desequilíbrios; se, por um lado, nunca houve tanta riqueza e fartura no mundo, por outro lado, a miséria, a degradação ambiental e a poluição aumentam dia-a-dia.

Diante desta constatação, surge a idéia do Desenvolvimento Sustentável (DS), buscando conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental e, ainda, ao fim da pobreza no mundo.

Assim como mencionado, Sustentabilidade, em tendo um alto desenvolvimento ao decorrer dos anos através de suas hierarquias.
Muitas destas medidas, ao longo dos anos, já estão sendo utilizadas pelas populações mundiais, porém muitas infelizmente ainda não. Vamos torcer para que logo todas estejam.

E você, o que já está fazendo para colcaborar com o planeta?

http://blogdapaisagista.blogspot.com/


Veja também:

10° edição do Prêmio von Martius de Sustentabilidade
Garrafas pet e ecologia
Vale a pena reforçar: Consequências do progresso



Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

03/05/2010

Oi Bettina, seus comentários são sempre enriquecedores de nossas matérias! Penso que devemos sempre fazer a nossa parte, como você faz, e divulgarmos ao máximo as boas inciativas que chegam ao nosso conhecimento, não é?
Que tal fazer uma bela matéria para o Blog?
Abraços

30/04/2010

Como paisagista aprendemos dia a dia que a natureza e a preservação do meio ambiente é fundamental, não só para nós mesmos, como profissionais, mas para o mundo inteiro. Todos os meus projetos, tento me direcionar no que é certo de se colocar e, pelo menos, valorizar as plantas nativas. Se não mostramos essa imensa diversidade de espécies que temos e, principalmente, as floriculturas não batalharem para isso, jamais poderemos preservá-las.

Com relação a escolha de madeiras para decks ou até estruturas de pérgolas ou quiosques ou até mesmo elaboração de espaços gourmet, procuro espécies de reflorestamento, principalmente os eucaliptos. É uma madeira extremamente forte, duradoura se tratada corretamente e evita totalmente a retirada das nossas espécies nativas.

Infelizmente, ainda temos um problema com relação ao custo desta madeira. Espero, sinceramente, que suas distribuidoras possam cooperar para que o consumo seja maior e aprocura esteja ao alcance de toda classe social.

Tento sempre analisar as necessidades de cada um para futuros projetos. Sustentabilidade não é só a preservação do meio ambiente, mas a preocupação de valores economicos também.

Abraços a todos

08/09/2009

Passsamos para deixar nossa opinião...
1° Temos que tratar o meio ambiente como tratamos a nossa casa, com organização, limpeza, cuidado e amor.
2° Reciclagem de resíduos.
3° O mais importante de todos "A Corrente do Bem". (que consiste em fazer 3 ações importantes para 3 pessoas sendo do seu circulo de amizades ou não, assim pedindo que essas pessoas repassem para mais 3 pessoas e assim por diante, formando uma grande corrente do bem, gostou quer saber mais, visite o nosso Blog!!!! Mil Beijos e adoramos o seu Site.)


Conteúdo gratuito para paisagistas inscreva-se no canal da AuE Software!
7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!