Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Avencas - a delicadeza em forma de planta

Autor: Regina Motta - Data: 24/05/2013
RSS

Tipo: Planta ( Herbácea).
Sinonímias: Adiantum boliviense C. Chr. & Rosenst., Adiantum cuneatum Langsd. & Fisch., Adiantum mexicanum C. Presl., Adiantum rubellum Moore., Adiantum werckleanum H. Christ..
Família: Adiantaceae.
Altura: 0,4 m.
Diâmetro: 0,6 m.
Ambiente: Meia-sombra.
Clima: Tropical, Tropical úmido.
Origem: Brasil.
Propagação: Esporos, Divisão da planta ou touceira.
Mês(es) da Propagação: Inverno.
Persistência das folhas: Permanente.
Obs: Manter a umidade do ar alta em torno da planta.


Fonte: http://www.riototal.com.br/jardinagem/jardinagem004.htm


Espécies
O nome científico, Adiantum, deriva do grego 'adiantos' que significa 'que não se molha', pois as gotas de chuva deslizam sobre as folhas da avenca, sem molhá-las.
As Avencas preferem geralmente locais ricos em humus, úmidos, e com escoamento de àgua, variando de terrenos planos a paredes de rocha. Muitas especies são conhecidas por crescerem em falésias de rocha próximo de cascatas e zonas com escoamento de àguas. A maior diversidade de espécies encontra-se nos Andes - América do Sul. Também existe muita diversidade na Asia com cerca de 40 espécies na China. Tem difusão mundial, com espécies e variedades da Europa, Ásia, Austrália e das Américas.

Tem sido cultivada há muito tempo e por isso tornou-se uma das plantas mais populares que se conhece. Mas exige cuidados constantes, pois, muito suscetível, sente-se agredida pela mais leve mudança no ambiente. Todas as espécies possuem folhagem delicada, com muitos folíolos que pendem de caules finos, eretos, rijos e de cor marrom-escuro.
Elas são muito utilizadas na decoração de ambientes internos ou em jardineiras, suavizando os ambientes onde são colocadas, devido à folhagem com formatos e disposição bastante interessante. Algumas variedades são variegadas (manchadas).
. Dentre as avencas mais conhecidas e cultivadas, destacamos:


. Cabelo-de-vênus (Adiantum capillusveneris) Fonte: naturalnet.com.br


. Cabelo-de-anjo (Adiantum microphyla) Fonte: plantasonya.com.br


. Avencão (Adiantum macrophylla) Fonte klimanaturai.org


. Avenca suíça (Adiantum radianum)

Dentre as mais interessantes variedade encontramos a Scutum roseum, que apresenta brotos avermelhados que se tornam verde-escuros. A Wrightii, menor, é rosada ao nascer e se torna verde quando adulta.


Scutum roseum Fonte: heatonsferns.com.au

A planta conhecida como Avenca roxa, na verdade não e avenda e sim Oxalis hedysaroides


Oxalis hedysaroides

Oxalis hedysaroides

As raízes consistem em caules delgados mas robustos, que crescem sob o solo, a pouca profundidade. Na verdade, não se trata de uma raiz, mas de um rizoma. Recebendo tratamento adequado, ele estará em constante brotação, lançando novas folhagens que nascem enroladas como pequeninas bolas verdes e vão se soltando à medida que o caule se desenvolve.
O segredo para o cultivo da avenca reside em fornecer-lhe calor, muita umidade atmosférica e fora do vento direto, caso contrário a planta fenecerá.

Cuidados: Geralmente são cultivadas em vasos, e se adaptam melhor a ambientes de média a alta luminosidade, de preferência com luz indireta (sem sol direto). As avencas toleram baixas luminosidades, mas elas tendem a ficar com as folhas mais abertas e arejadas.
Em geral, crescem melhor em ambientes com temperaturas médias a altas, e precisam de alta umidade relativa do ar. A planta não tolera bem baixas temperaturas. Podemos aumentar a umidade do ar colocando um prato com cascalho úmido sob a planta.
Mantenha a terra úmida, mas não encharcada. Nos meses mais frios, deixe o solo secar levemente antes de regar novamente. É importante que o substrato (terra) possua uma boa drenagem.
De tempos em tempos, remova as folhas e partes mortas, para que a planta sempre mantenha uma boa aparência. Multiplicação por esporos
Na natureza, brotam espontaneamente por toda parte, desde beiras de cursos d'água e encostas de barrancos, até no alto de palmeiras. Ao produzir e lançar ao vento grande quantidade de esporos, a avenca pode brotar e se desenvolver em qualquer ambiente, desde que haja calor, umidade e luminosidade, com proteção contra a incidência de raios solares diretos.

E o que são os esporos? São aqueles pontinhos que se distribuem no verso das folhas e, quando maduros, escurecem e soltam-se com facilidade. Isso explica a facilidade com que as avencas se espalham na natureza.
Tudo muito simples, mas quando cultivamos a avenca em casa, a história muda de figura. Isso porque nem sempre elas são colocadas em locais que apresentam as características exigidas, ou seja, calor, umidade, luminosidade, e proteção contra o sol direto. Assim, as avencas acabam murchando, apresentam folhas amareladas e secas e podem até morrer.

Drenagem e luminosidade
Quem pretende cultivar avencas como plantas de interior, pode colocá-las em vasos (de preferência de barro), garantindo que o recipiente tenha um bom sistema de drenagem, ou seja, o excesso de água precisa ser eliminado com facilidade, pois é quase fatal para a planta. No caso dos xaxins, é importante observar sempre a quantidade de água usada nas regas, pois eles tendem a reter muita umidade. Com o tempo, é possível determinar qual a quantidade adequada ao volume de terra, levando-se em conta a temperatura - nos dias quentes a necessidade de água é maior e nos frios é bem menor.

O plantio de avencas no jardim exige muito cuidado na escolha do local, pois deve atender às três principais exigências da planta: calor, umidade e luz indireta. Outro detalhe importante: as avencas não suportam ventos diretos e excessivos. O local ideal, portanto, são os cantinhos úmidos e com sombra, mas com boa luminosidade.

Dicas de cultivo
Mistura de solo ideal tanto para vasos como para canteiros:
1 parte de areia, 1 parte de terra vegetal e 1 parte de pó de xaxim. Essa mistura é leve, retém umidade, mas apresenta boa drenagem.

Como fazer mudas com esporos:
Para retirar os esporos, espere que amadureçam e retire-os das folhas raspando-as delicadamente com uma faca pequena ou gilete. Mantenha uma folha de papel (ou um pedaço de tecido branco) embaixo, para aparar os esporos que vão caindo. Prepare uma sementeira apenas com pó de xaxim, molhe-o bem e espalhe os esporos na superfície. Cubra a sementeira com plástico transparente e mantenha à sombra. Após cerca de quatro semanas, vai surgir na sementeira uma espécie de musgo - são os brotinhos, que só devem ser transplantados quando atingirem cerca de 2 a 3 cm.

Como multiplicar por divisão de touceiras:
Um vaso de avenca bem cheio pode render várias mudas. É só separar as touceiras com muito cuidado para não prejudicar as raízes, que são bem frágeis. Plante a muda imediatamente, pois a avenca perde umidade muito rápido.

Mais dicas:
. Garanta uma boa umidade no solo, sem encharcar, regando sempre que o solo apresentar-se muito seco;
. Mantenha as avencas longe da luz solar direta, mas não as submeta à sombra em demasia, pois isso facilita o surgimento de pragas e doenças;
. Evite o uso de inseticidas para combater pulgões e cochonilhas e adote a famosa calda de fumo, procurando aplicá-la sempre que suspeitar da ocorrência;
. Mantenha as avencas livres de folhas velhas e secas, cortando-as na base, para facilitar o surgimento de novas brotações;
. Faça adubações periódicas com adubo orgânico ou fertilizantes líquidos, mas sempre seguindo a orientação da embalagem do produto;

OUTROS CUIDADOS
Se ficar feia cortar todos os caules na base e em breve nascerá um novo conjunto. Cresce mais densa se forem cortados os caules com folhas velhas. A Primavera é a melhor altura para fazer isto.
Adubar quinzenalmente na Primavera / Verão. Mudar vaso 2/2 anos.
Para maior umidade apoiar o vaso sobre pedras num prato com água.

Primavera e verão
Plante ou replante a avenca nos meses de primavera, num bom composto orgânico formado por duas partes de terra, uma parte de calcário, uma de areia, outra de carvão vegetal granulado e um pouco de fertilizante de boa qualidade.
Coloque a planta em local semi-sombreado para que os raios solares não a atinjam diretamente. Verifique se a temperatura não está muito alta, pois as avencas detestam o calor excessivo. Quando isso acontecer, proteja o vaso, borrifando bastante água a seu redor para aumentar a umidade atmosférica no ambiente. Além disso, coloque o vaso sobre um prato contendo seixos molhados.
Regue com regularidade, nos meses de calor, apenas para manter o composto bem úmido, tendo o cuidado de não encharcá-lo. Em pleno verão, molhe duas vezes por semana.
Adube a cada quinze dias, com fertilizante líquido (você pode misturá-lo à água das regas), durante toda a primavera e o verão.

Outono e inverno
Não exponha suas avencas a temperaturas inferiores a 13°C, senão sua folhagem desaparecerá e ela poderá morrer. O mesmo acontece quando a planta recebe correntes de ar frio.
Se os ramos escurecerem e começarem a murchar depois do inverno, corte-os com uma tesoura pontuda e afiada, bem rente à terra.

Problemas e Soluções
Quando não recebem os cuidados adequados, as avencas tornam-se suscetíveis e doentias.
Uma folhagem ressecada pode resultar da falta de umidade atmosférica, em conjunto com solo seco e ambiente abafado. Providencie água, maior umidade e ar puro para conseguir uma folhagem viçosa.
Encharcar também é um erro: as avencas tomam muita água no calor, mas se a temperatura cair e a planta continuar a receber a mesma quantidade de água, a tendência será o apodrecimento dos rizomas. Pare de regar por alguns dias, até o solo ficar apenas úmido. Depois, regue só duas vezes por semana.
Se as folhas ressecam ou ficam pendentes, parecendo murchar, a causa deve ser excesso de sol ou falta de adubo. Desloque a planta para um local sombreado e alimente-a a cada quinzena.
A avenca, como as samambaias, é muito sensível à poluição, que escurece suas folhas. Retire a planta da cozinha ou de ambientes viciados.
Cochonilhas lanuginosas raramente atacam as avencas, mas quando o fazem parecem-se com pequenos floquinhos de algodão. Destrua-os utilizando um cotonete embebido em uma mistura de álcool e água em partes iguais.
Os ácaros poucas vezes atacam avencas, mas quando o fazem deixam uma teiazinha branca. Para eliminá-los, embeba um pincel com um acaricida e passe-o nas folhas durante dois ou três dias.

Atenção - não confunda com pragas os esporos que se formam na superfície inferior das folhas e cuja função é gerar novos exemplares. Melhor do que qualquer especialista, a natureza se encarrega de espalhá-los com o vento e de proporcionar condições para que germinem, dando continuidade ao ciclo vital.

Propagação
A cada três anos, na primavera, divida os rizomas adultos e plante cada parte num composto orgânico formado por duas partes de terra, uma de calcário, uma de areia, outra de carvão vegetal granulado e um pouco de fertilizante.

Uso medicinal -

É indicada para a queda de cabelo. Recomenda-se ferver 100grs de folhas secas em 1 litro de água por meia hora e aplicar no couro cabeludo, ou usar emplastros com 10grs de avenca amassada.
É recomendada também para tosse e irritação da garganta, em chá com 30gs da parte aérea da planta para 1 litro de água.

Curiosidades:
Elas carregam a fama de espantar mau-olhado: dizem que são capazes de absorver as energias negativas e murcham, dando sinal de que há alguém invejoso no ambiente. Mas é principalmente como planta ornamental que as avencas são admiradas.
Como você vê, além da beleza, é também uma planta útil.

Esta matéria atende a pedido de nossa leitora Marizete Alves de Pinho

Aqui você encontra fornecedores de avenca de origem Brasil:

Adiantum raddianum
Adiantum tenerum
Você gostará também de:
Xaxim: cultivo e uso medicinal
Plantas ornamentais: Lavandas, maravilhas polivalentes
Cultivo de Bromélias e Tillandsias no Brasil
Bromélias
Plantas ornamentais despoluidoras
Paisagismo: flores e beija-flores, as dádivas da natureza
Pesquisas revelam: plantas têm inteligência e memória
As cinco flores abençoadas do Feng Shui
Tillandsias - as filhas do vento





Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


Conteúdo gratuito para paisagistas inscreva-se no canal da AuE Software!
7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!