Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Alimentos que promovem o bom humor

Autor: Regina Motta - Data: 04/04/2016
RSS



A qualidade do que comemos não determina só a nossa saúde física, mas também a mental.

Uma alimentação rica em gordura, açúcar e comidas processadas aumenta os níveis de ansiedade e de depressão. Estes alimentos só melhoram temporariamente o humor mas depois criam um ciclo de auto-medicação com comida pouco nutritiva.

O Huffington Post convidou Marlynn Wei, psiquiatra licenciada por Harvard e professora certificada de ioga, para fazer uma lista de alimentos que ajudam a combater a depressão e a melhorar a atividade cerebral.



1. Verduras

A couve e a couve-chinesa (bok choy) contêm ácido fólico, cálcio, magnésio, e vitamina K. O ácido fólico tem sido usado como um suplemento para melhorar a depressão.
As verduras possuem também compostos que ajudam o fígado a processar melhor as toxinas.

A especialista sugere uma receita:
Uma xícara de couve, meia xícara de espinafres baby, uma banana congelada, um quarto de xícara de mirtilos, uma xícara de leite de soja ou de amêndoa, um quarto de colher de chá de mel (opcional) e uma colher de chá rasa de manteiga de amêndoa (opcional).



2. Mexilhões e ostras

As ostras e o marisco têm altos níveis de vitamina B12, que é muito importante para os neurotransmissores no cérebro e nos nervos, e cuja ausência podem causar depressão e ansiedade. Encontra-se sobretudo na carne, nos lacticínios e nos ovos. E em suplementos.



3. Peixe e óleo de peixe

Há estudos que indicam que o consume elevado de peixe reduz a depressão. Talvez isto se deva ao fato de o peixe ser uma boa fonte de ácidos gordos ómega.



4. Nozes, amêndoas, avelãs

Os frutos secos são uma boa fonte de vitamina E. Um estudo descobriu que a dieta Mediterrânica, com um suplemento de 30 gramas diários de mistura de frutos secos, diminui a depressão.



5. Mirtilos e outras bagas

As bagas, especialmente os mirtilos, protegem o cérebro. Num estudo, ingerir duas porções de mirtilos por semana foi relacionado com uma diminuição do risco de Alzheimer em 35 por cento. Como não temos mirtilos aqui no Brasil, podemos usar nossas frutas vermelhas, como morango, jabuticaba, amora.



6. Lentilhas, grão-de-bico e feijões

Estes legumes contêm elevados níveis de ácido fólico e de zinco, que são usados, como suplemento, no tratamento da depressão. Para os
vegetarianos é importante a ingestão de zinco, já que a absorção deste é reduzida em 50% pelos fitatos que se encontram nas plantas.



7. Chocolate negro e cacau cru

O chocolate negro e o cacau cru (pó dos grãos de cacau antes de serem torrados) contêm polifenóis, um tipo de antioxidante que se encontra nas plantas e que acalma e provoca felicidade. Marlynn Wei sugere uma receita substituta de sobremesa: uma banana congelada, duas colheres de sopa de pó de cacau cru, seis a oito tâmaras, 3 chávenas de água (ou leite de soja ou de amêndoa), e colher de chá de alga Dulse, meia colher de chá de curcuma em pó (opcional).



8. Semente de abóbora

Um quarto de xícara de sementes de abóbora contém quase metade da dose diária recomendada de magnésio, um mineral essencial mineral contra a depressão e a ansiedade. As sementes de abóbora também contêm zinco, ácidos gordos ómega-3 à base de plantas, e triptofano, que ajuda a dormir.


9. Alimentos fermentados e probióticos

Está a ser estudada a ligação entre as bactérias digestivas e o nosso humor. Os alimentos fermentados, como o kimchi coreano e o chucrute contêm probióticos, o que se julga que reduz a ansiedade social. Os ratos que consomem probióticos comportam-se como se estivessem a tomar Prozac. Os suplementos de pó probiótico têm demonstrado reduzir os pensamentos negativos durante fases de mau humor



10. Curcuma

O ingrediente activo na curcuma é a curcumina, um composto anti-inflamatório que se acredita que torna os antidepressivos mais eficazes. Pode ser adicionada ao chá ou aos pratos diários como o chili e os molhos de massa.


Fonte: http://www.sabado.pt/Iframes/detalhe_multimedia.aspx?contentName=Multimedia&contentID=25787

Você gostará também:

Plantas aromáticas: um recurso natural contra as doenças causadas pelo Aedes aegypti.

A árvore mais perigosa do mundo

Terras raras, riqueza inexplorada em Guarapari - ES

As Árvores que Choram

Você acredita que as plantas têm uma linguagem e se comunicam?

A beleza destas plantas esconde o perigo

Hortas Mandalas, você conhece?

Guerra dos sexos no mundo das plantas




Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!