Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Você conhece o Instituto Mamirauá da Amazônia?

Autor: Regina Motta - Data: 05/09/2017
RSS

Neste momento em que o destino da nossa Amazônia nos preocupa ainda mais assim como a todos os povos que o reconhecem como o "Pulmão do Mundo", julgamos que seria interessante falarmos sobre este Instituto que foi criado em 1999.



O Instituto Desenvolvimento Sustentável Mamirauá desde o início desenvolve suas atividades por meio de programas de pesquisa, manejo e assistência técnica nas áreas das Reservas Mamirauá e Amaná, na região do Médio Solimões na Amazônia.

A missão é promover pesquisa científica sobre a biodiversidade, manejo e conservação dos recursos naturais da Amazônia de forma participativa e sustentável.

Agora, em agosto, um relatório publicado pelo Instituto, revela que uma nova espécie é registrada a cada dois dias, num total de 381 espécies de plantas e animais registradas pela ciência, entre 2014 e 2015.

Boa parte delas descobertas em áreas protegidas ou nos seus entornos. Essas são algumas das conclusões do relatório "Atualização e Composição da lista Novas espécies de Vertebrados e Plantas na Amazônia (2014-2015)", lançado pelo Instituto Mamirauá e World Wide Fund for Nature (WWF).

O documento traz o levantamento das espécies da Amazônia descritas por pesquisadores de várias partes do Brasil e do exterior. São 216 novas espécies de plantas, 93 de peixes, 32 de anfíbios, 19 de répteis, uma ave, 18 mamíferos e dois mamíferos fósseis.

Para o coordenador do Programa Amazônia do WWF-Brasil, Ricardo Mello, este estudo mostra que a biodiversidade do bioma ainda é um grande enigma: "Imaginar que ainda hoje, em 2017, estamos verificando a existência de novas espécies mesmo com escassos recursos, diz que ainda temos muito a conhecer e descobrir nesta região".

A descrição de novas espécies e a divulgação dos resultados científicos podem contribuir para atrair a atenção do poder público para a importância da Amazônia e a necessidade de um conhecimento mais abrangente da sua biodiversidade. Esses resultados também são importantes por oferecerem subsídios para o estabelecimento de áreas protegidas e o desenvolvimento de políticas públicas de conservação.

Algumas espécies descobertas:

APESAR DA AMAZÔNIA SER A REGIÃO DE MAIOR BIODIVERSIDADE DO PLANETA, APENAS UMA FRAÇÃO DE SUA BIODIVERSIDADE É CONHECIDA. A riqueza da biodiversidade animal e botânica na Amazônia é inigualável.

São 216 plantas, 93 peixes, 51 répteis e anfíbios e 18 mamíferos..



O macaco zogue-zogue-rabo-de-fogo (Plecturocebus miltoni): Foto Julio Dalpone


O pássaro Poaieiro-de-Chico Mendes (Zimmerius chicomendesi): Foto Fabio Schunk


Nystalus Obaman - homenagem a Obama


Solanum arenicola Foto Tina Sarkin

Imagens da Amazonia










http://www.mamiraua.org.br/pt-br/publicacoes/publicacoes/0/livros/relatorio-de-novas-especies-de-vertebrados-e-plantas-na-amazonia/

Você gostará também:

A terra ainda tem vidas e belezas desconhecidas?

Você conhece a Grumixama, Araticum, cambucá...?

Já ouviu falar em Sintropia? Sabe o que é ?

Artista cria paisagens com lixo trazido por correntes marítimas de 50 países

Fazenda Urbana, um escritório diferente de tudo que você já viu!

Floresta vertical em Milão: exemplo de tecnologia sustentável

Você sabe o que é Ecologia Humana?


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!