Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Tulipa, a flor perfeita, uma fonte de riqueza

Autor: Regina Motta - Data: 19/04/2013
RSS

Um pouco da História da tulipa

As tulipas (Tulipa gesneriana)foram foram catalogadas, em 1559, pelo botânico Conrad von Gesner, através de exemplares retirados de Constantinopla, atual Istambul.
O nome tulipa é originário da Turquia (TÜLBENT) e da Pérsia - atual Irã- (DULBAND), que significa TURBANTE, o paramento típico que os orientais utilizam na cabeça.



Originária de regiões com inverno longo e frio, e verão quente e seco como a Turquia, Arménia, Pérsia e regiões do Calcásio e Mar Negro, as tulipas foram levadas para a Europa a partir do ano 1000 d.c. por comerciantes turcos, graças à facilidade de transportar seus bulbos, que se assemelham a uma cebola, e que, durante a longa caminhada até chegarem aos seus destinos, já estavam começando a brotação.

A ERA DA TULIPA
O sultão otomano MAOMÉ II, em 1453, depois de capturar Constantinopla e até a extinção do Império Bisantino, em 1566, impôs a ERA DA TULIPA, sendo essas flores largamente usadas em todos os jardins da Turquia, decoração de azulejos e cerâmicas. Nessa época, a tulipa era o símbolo da alegria na civilização otomana.


Aquarela anônima do século XVII da
Semper Augustus, o bulbo mais famoso
de tulipa, que foi vendido por preço recorde.

Em 1623 na Europa, um simples bulbo de uma variedade famosa de tulipa poderia custar muitos milhares de florins neerlandeses. O recorde foi a venda de um dos mais famosos bulbos, o Semper Augustus, por 6.000 florins, em Haarlem.

Em 1636, tulipas eram vendidas nas bolsas de valores de numerosas cidades holandesas. O comércio das flores era encorajado por todos os membros da sociedade; muitas pessoas vendiam ou negociavam suas posses no intuito de especular no mercado de tulipas. Alguns especuladores tiveram muito lucro, enquanto outros perderam tudo ou quase tudo o que tinham
O cultivo de tulipas é algo tradicional na Holanda. Elas protagonizaram inclusive a primeira bolha especulativa a que se tem notícia, a febre da tulipa:
Pessoas de todas as classes vendiam propriedades para investir em tulipas, e em meados da década de 1630 surgiram contratos de futuros para negociar os bulbos antes mesmo da colheita. Em 1637, devido a diversos fatores, houve uma perda de confiança em tais títulos, levando muitos a uma corrida para o resgate de seus investimentos. Consequentemente, os preços caíram subitamente, e inúmeros negociantes foram à falência.

Tudo isso acaba fazendo sentido quando vemos a beleza dessas flores. Suas cores vibrantes e o modo como são plantadas em faixas transforma seu campo de cultivo em um cenário único.
A maior magia da tulipa está no fato de ser a flor perfeita. Suas cores fortes e aveludadas, bem desenhadas, impressionam pela simplicidade de seus galhos em forma de S.
Das sete espécies mais cultivadas, a mais procurada é a Prominence de cor vermelha compacta. As demais são a Capri , a White Dream de cor branca, a Ad Rem de cor vermelha e pontas amarelas, e a Amor Verdadeiro, com formato de cálice na cor vermelha, e a Avignon, levemente alaranjada.



O SEGREDO DO CULTIVO EM CASA

No clima brasileiro é difícil conseguir que a planta floresça mais de uma vez, mas com algumas técnicas, dá para tentar fazê-la dar flores pelo menos mais uma vez. O processo é demorado e um tanto complicado, mas para quem gosta de jardinagem, pode ser um desafio compensador:
Quando as flores da primeira floração murcharem, corte-as, inclusive as folhas. Retire os bulbos da terra, limpe-os levemente com uma escova macia e mantenha-os em local fresco e arejado por cerca de 3 meses, sem deixar que se molhem.

1. Passado esse período, plante-os num vasinho plástico com terra vegetal umedecida, sem estar encharcada. Embrulhe o vasinho num plástico e coloque-o no congelador da geladeira durante uns 6 meses (temperatura ideal entre 2 e 5 graus C).

2. Passado esse tempo, é hora de tirar o vasinho da geladeira e levá-lo para um local fresco e com boa luminosidade por mais 2 meses, lembrando de manter a terra sempre úmida.

3. Depois disso, o vasinho deve voltar ao congelador, novamente embrulhado em plástico, onde vai permanecer por mais 6 meses.

4. Agora é hora de levar o vaso para um local iluminado. Se tudo der certo, a tulipa estará florida no período de trinta a cinqüenta dias.




CULTURA EXTENSIVA


O cultivo das Tulipas é um pouco mais difícil do que os outros bUlbos de Primavera. Não suportam a concorrência de outras plantas no mesmo canteiro. Se o solo for excessivamente acido, deve ser neutralizado com cal. Não se deve plantar Tulipas no mesmo local por mais de 2 ou 3 anos seguidos, para não esgotar o solo.


Luz: Apreciam o sol intenso e desenvolvem-se melhor quando orientadas para sul. Devem proteger-se com alguma sombra ou pelo menos com sombra a meio do dia, quando o sol está mais forte.

Umidade: O solo deve ser bem drenado mas com capacidade para reter alguma umidade nos períodos mais secos de crescimento na Primavera. Se for necessário regar não molhe as folhas. Mantenha os bulbos secos durante os meses de Verão e Inverno.
Resistência: Gosta de frio

Propagação: É necessário plantar os bulbos de Tulipas no fim do Outono, para que possam florir na Primavera seguinte. Não devem ser colocados no solo muito cedo porque o calor incita-os ao desenvolvimento precoce e os bulbos necessitam de um período de frio para desabrocharem convenientemente. Se pelo contrário forem plantados muito tarde não terão tempo para desenvolver adequadamente o sistema de raízes. O fim do Outono é o período ideal.
Os bulbos à venda nas lojas da especialidade devem ser comprados no fim do Verão e por precaução confirme se estão velhos ou rijos e bem constituídos. Devem ser sujeitos a um período prévio de refrigeração dentro do frigorífico durante 6 a 8 semanas e só depois plantados a uma profundidade de 15-20 cm, ou no máximo 30.5 cm se se pretender deixá-los posteriormente no solo de um ano para o outro.
Espace os bulbos entre si a uma distância de 20 cm. Após a floração, assim que as folhas começarem a amarelecer, mas antes de se tornarem castanhas, levante os bulbos das Tulipas com cuidado para não os ferir e guarde-os em papel de jornal, durante todo o Verão, em local seco e fresco onde se manterão em condições de ser utilizados no jardim ao longo de várias épocas.
Os bulbos maduros produzem por vezes filhos que podem ser separados do bulbo principal e plantados na época própria embora não devam florir logo na estação seguinte.

Fertilização: Espalhe um fertilizante à base de potássio e fósforo logo após enterrar os bulbos, e reforce a dose no fim do Inverno, mas com baixo nível de nitrogénio para conter a produção de folhagem verde e evitar as doenças por fungos. É recomendada a utilização de farinha de ossos e de superfosfato.

Este artigo atende ao pedido de nossa leitora Fernanda Rechenbergas que lamenta não encontrar fornecedores de tulipas em São Paulo. Se você é fornecedor, faça seu cadastro gratuito aqui no site.
Temos um fornecedor cadastrado no Espírito Santo ,tulipa

Você vai gostar também de:
Paisagismo e decoração com tillandsias
Plantas ornamentais: Lavandas, maravilhas polivalentes
Bromélias
Paisagismo: flores e beija-flores, as dádivas da natureza
As cinco flores abençoadas do Feng Shui
Tillandsias: as filhas do vento
Tillandsias: tesouro secreto dos desertos
Plantas ornamentais: Que tal uma salada de flores?

Fontes: http://plantasonya.blogspot.com.br/2008/08/muita-gente-pensa-que-as-tulipas-so.html
http://www.mundodeflores.com/rosas-fotos-tulipas.html


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

25/04/2013 16:19:46

Ida, sua apreciação é muito importante para nós! Obrigada!

25/04/2013 09:53:59

Muito interessante. Estou enviando uma cópia para meu amigo que é curador do Jardim Botânico de Amisterdan. Gostei muito da aquarela. Linda !!!
Ida Terron
arquiteta e urbanista
Nas
Quatro Estações
Formas Texturas Cores Aromas e Sabores no seu jardim


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!