Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Planta Ora pro Nobis (Pereskia aculeata) a carne de pobre

Autor: Rômulo Cavalcanti Braga - Data: 31/03/2014
RSS

ORA PRO NOBIS (Pereskia Aculeata)
. Nome Científico: Pereskia Aculeata
. Sinonímia:
. Nome Popular: Ora Pro Nobis
. Família: Cactaceae
. Divisão:Magnoliophyta
. Origem: Brasil
. Ciclo de Vida: Perene

Ora-pro-nobis (Pereskia Aculeata), do latim "rogai por nós", é uma cactácea, um cacto trepadeira, com folhas. Tem grandes espinhos podendo ser usada em cercas-vivas, se desenvolvendo bem tanto na sombra como no sol. A propagação se dá por estacas.

ORA PRO NOBIS (Pereskia Aculeata)


Dizem que seu nome foi criado por pessoas que colhiam a planta no quintal de um padre, enquanto ele rezava: Ora pro nobis. O nome científico é uma homenagem ao cientista francês Nicolas Claude Fabri de Pereisc, e o termo aculeata vem do latim e significa espinho, agulha.
É um vegetal rico em ferro, ajuda a curar anemias das mais graves. Usa-se como o orégano, em forma de folha seca e moída. Também usada no preparo da farinha múltipla, complemento nutricional no combate à fome.
A variedade tem flores brancas, suas folhas podem ser ingeridas refogadas ou mesmo cruas, as flores também são comestíveis. Serve para alimentação animal, in natura ou na ração. O fruto, alaranjado quando maduro, possui espinhos. Muito rica em lisina, é conhecida também como "carne de pobre", numa interessante percepção de sua riqueza proteica.

ORA PRO NOBIS (Pereskia Aculeata)

Foto: Globo Rural


Segundo o professor José Cambraia, do Departamento de Biologia Geral da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, suas folhas, quando secas, possuem cerca de 25% de proteínas, das quais 85% acham-se numa forma digestível, facilmente aproveitável pelo organismo. É um valor muito alto, mesmo se comparado com vegetais mais famosos, como o espinafre, que, in natura, tem um teor de 2,2% de proteínas.
Estudos científicos afirmam que a planta é rica em gliconutrientes e em beta caroteno, mais até que na cenoura. Possui ainda vitaminas A, B e principalmente C, além de cálcio, fósforo e quantidade considerável de ferro.

ORA PRO NOBIS (Pereskia Aculeata)

Foto: www.arteblog.net


Além do valor nutritivo, a grande vantagem medicinal da planta é a influência positiva no abrandamento dos processos inflamatórios e na recuperação da pele em casos de queimadura. Pode ser usado em saladas, refogados, sopas, omeletes, tortas etc. Na roça, em algumas regiões, é comum o hábito de misturá-lo ao feijão. No interior de Minas Gerais, a combinação mais conhecida é o angu com ora-pro-nobis na região de Pouso Alegre e Três Pontas.
Onde se planta, nasce. Quando cresce, serve de proteção e alimento. Repleta de flores, ainda deixa o ambiente mais bonito. Por meio da hortaliça ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata), a natureza oferece múltiplos benefícios ao ser humano, o que seria motivo suficiente para a escolha de seu nome popular. Mas, conta-se que assim foi batizada pelo costume de ser colhida no quintal de uma igreja, para ser preparada para o almoço, quando o padre iniciava a reza final da missa da manhã.

'Rogai por nós' em português, ora-pro-nóbis é uma frase em latim nem sempre facilmente assimilada. Por isso, pode ser comum encontrar derivações dela, sendo por vezes chamada lobrobó ou orabrobó por agricultores de Minas Gerais, onde a planta é muito difundida na culinária local. Originária do continente americano, encontram-se variedades nativas dessa hortaliça perene, rústica e resistente à seca da Flórida, nos Estados Unidos, à região sudeste do Brasil. De fácil manejo e adaptação a diferentes climas e tipos de solo, produtiva e nutritiva, a ora-pro-nóbis é uma boa alternativa para produtores iniciantes no cultivo de hortaliças.
Conta-se que em Diamantina costuma-se servir suas folhas em substituição às da couve, acompanhando o frango à cabidela. Na piscicultura, o professor José Rodrigues de Sousa, do Departamento de Biologia Animal de Universidade Federal de Viçosa, testou seu uso na alimentação do peixe barrigudinho (Poecilla reticulata), com resultados satisfatórios.



Rômulo Cavalcanti Braga é especialista em Tillandsias e um grande produtor.
Contato: romulocbraga@uol.com.br
Ouro verde - boiatche bromeliario

Você gostará também:

Plantas do Brasil: Aroeira da praia, riqueza que ganha o mundo!

Pau-rosa, perfume Chanel e Marilyn Monroe

Xaxim: cultivo e uso medicinal

Plantas inseticidas no controle de pragas

Cultivo de plantas, como fazer uma estufa?

Buriti: a palmeira das veredas

Barbatimão: a farmácia do sertão

Bromélias

Tillandsias: as filhas do vento

Tillandsias: tesouro secreto dos desertos

Plantas ornamentais: Que tal uma salada de flores?


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

12/09/2016 14:12:51

Ora-pro-nobis


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!