Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Pequenos espaços, grandes Jardins

Autor: Liane Martins - MC3 Paisagismo - Data: 12/01/2011
RSS

Hoje em dia com a verticalização das residências o olhar para o alto dos edifícios encontra jardins elaborados, caprichosos, por vezes sofisticados, em varandas e sacadas, transformando a paisagem de concreto e vidro em verdes frondosos de plantas e do colorido de folhagens e flores.
Enquanto, infelizmente, nosso tempo de lazer diminui cresce a opção de varandas em apartamentos que integram churrasqueiras e espaços gourmets para receber e confratenizar com a família e os amigos.
São os contemporâneos jardins urbanos da vida moderna nas metrópoles.



Sacadas espaçosas mesclam ambientes criando a possibilidade de interagir com o verde, que não se limita aos vasos, com a implantação de jardins verticais e paredes verdes e inúmeras plantas ornamentais, canteiros, recipientes e suportes que permitem cultivo de hortaliças e frutíferas. Com criatividade e a utilização de materiais como decks, pedras, fontes, pedriscos, objetos decorativos e artísticos, podemos transformar essas áreas em ambientes. Além destes materiais, o mercado nos disponibiliza móveis adequados e resistentes ao sol e a chuva, que podem ser de madeira certificada, fibra sintética ou alumínio que aliados às plantas diversas, trazem a sensação de rusticidade, do ar do campo, do sítio, das cidades interioranas, nos aproximando da natureza, ampliando as áreas de estar e conviver.

Nos apartamentos nos deparamos com algumas restrições, mas nada que impeça aquele cantinho verde e agradável que possibilite o vivenciar com a natureza. São muitas as espécies que podem ser cultivadas em interiores, Samambaias, Antúrios, Bromélias, Espadas e Lanças de São Jorge, Avencas, Lírios-da-paz, Palmeira Licuala, Ráfis, entre muitas outras.


As plantas não nos exigem atenção e cuidados excessivos, mas pedem carinho e atenção, nos oferecendo em troca o esplendor de suas cores e aromas, de seu florescimento e beleza, é impressionamente como sua presença modifica a energia e o aconchego do local.
As plantas em vasos podem fazer uma composição que combinem com os móveis, com a decoração e o estilo e personalidade do morador. O ideal é que arquitetos, paisagistas, decoradores, entre muitos profissionais que projetam nosso bem-estar e bem-viver, trabalhem juntos na escolha das plantas que melhor se adaptem ao clima do local, ao espaço disponível. São tantas as possibilidades... aliar o design de interiores, à iluminação, às cores, à concepção do espaço conjunta à beleza natural de plantas e flores!
O resultado certamente será o de um espaço único, aconchegante e especialmente integrado a natureza.

Liane Martins
Arquiteta paisagista
MC3 Arquitetura e Paisagismo

Você pode se interessar também por:
Paisagismo: Modismos, Amadorismo, Expectativas

Origem do Paisagismo

Um bom projeto de paisagismo faz a diferença

Paisagismo no Brasil: plantas de todos os biomas

Paisagismo com plantas nativas: aguçando os sentidos

Paisagismo: A criatividade onde está?

sustentabilidade + paisagismo= um mundo melhor

Paisagismo na piscina

Porque usar palmeiras em Paisagismo

Ozônio? Plantas em casa








Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!