Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Paisagismo: Entrevista Paisagista Alejandra Foryone da Espaços Verdes, Argentina, GENTE QUE FAZ

Autor: Regina Motta - Data: 29/07/2019
RSS

Temos o prazer de compartilhar com nossos leitores o trabalho da Paisagista Alejandra Foryone, da Espacios Verdes, nossa parceira no paisajismoyjardin.com, o que muito nos honra. Ela desenvolve sua arte em Buenos Aires e vai nos contar um pouco de seu trabalho em prol da qualidade de vida e do meio ambiente.

Paisagismodigital: Como você descobriu sua vocação para o paisagismo? Conte-nos um pouco do início de sua carreira.

Minha tendência descobri desde criança, sempre ajudava minha avó nas tarefas do jardim de onde nós vivíamos e me recordo de quando plantávamos bulbos de fresias e gladíolos em um canteiro destinado a este fim. Quando terminei os estudos secundários, comecei a me interessar pela carreira de Agronomia que era a mais próxima a me interessar, até que descobri a carreira de Paisagismo que era muito nova em meu país há 25 anos.


Paisagismodigital: Quais foram as dificuldades que encontrou durante o desenvolvimento de sua profissão?

Realmente não senti que houvessem dificuldades.

Paisagismodigital: Como surge a inspiração para um projeto de paisagismo? Qual é a sua prioridade?

A primeira inspiração vem do estilo da casa ou a finalidade do projeto e busco a solução do problema ou as necessidades exigidas. Para mim, o principal e gerar espaços agradáveis e práticos para o cliente, com menor necessidade de manutenção já que a vida atual não nos presenteia com muito tempo.
Muitas vezes a inspiração surge como por "arte de magia", vem em minha mente sem esforço.



Paisagismodigital: Entre seus inumeráveis projetos, qual escolheria como o que lhe deu maiores satisfações?

Não se tenho um favorito. Todos os trabalhos são satisfatórios quando o cliente fica satisfeito, mas creio que a maior satisfação é ver os trabalhos anos depois e ver como tudo se encontra desenvolvido.

Paisagismodigital: Quais são as características de seus projetos de paisagismo residencial que são desenvolvidos em sua cidade? Quais as tendências de hoje?



Me caracterizo pela escolha adequada das plantas ou árvores que se equilibrem pela sua sanidade e ornamentação. Atualmente, muitos materiais ( vasos, pedras, objetos decorativos) que ajudam a finalizar e dar um toque ao trabalho mais de desenho. A natureza nos brinda com distintas possibilidades assim como os novos materiais e objetos de desenho e temos que nos animarmos a fazer a sua fusão no projeto.

Paisagismodigital: Qual seria a sua recomendação para aqueles que pretendem iniciar esta bela profissão que tanto representa para a beleza e o bem de nosso planeta?

Recomendo a observação do espaço e as necessidades de cada caso, tendo sempre em conta que um jardim se desenha hoje para vê-lo realmente concretizado em 2 anos. É fundamental esperar o desenvolvimento natural de cada planta ou árvore.











Você gostará também:

Conheça a Paisagista Alessandra Villela, GENTE QUE FAZ

GENTE QUE FAZ: Suzana de Mello Aleixo e Árvores Brasileiras

GENTE QUE FAZ: Maria Luiza Puzzi e a COQUIM@ Empresa certificada pela UNESCO

Paisagismo: Paisagista Alexandre Kempinsky, GENTE QUE FAZ

GENTE QUE FAZ: Paisagista Fabio Márquez - Argentina


Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!