Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Ipecacuanha (Poaia) "Planta de doente da estrada" e o povoamento da Zona da Mata

Autor: Regina Motta - Data: 17/02/2017
RSS


A metade do Século XVIII assinalou o fim de trabalhos prósperos nas regiões de mineração de ouro em Minas Gerais. Como consequência, famílias inteiras abandonaram a região de Ouro Preto, Mariana e adjacências e se embrenharam pelos Sertões do Leste, em cujas matas moravam os índios cropós, puris, croatos (coroados) que eram, em sua maioria, pacíficos.

Até esta época, estes sertões eram proibidos pelas autoridades da Colônia e da Capitania, sendo considerados área de defesa natural. No entanto, comerciantes de plantas medicinais começaram a exploração destas matas, adquirindo dos índios as plantas que eles usavam como medicinais, em troca de bugingangas e cachaça. Isto levou as tribos á decadência.



Psychotria_ipecacuanha

Uma das plantas mais conhecidas e preciosas para os comerciantes era a Ipecacuanha, A ipeca (Psychotria ipecacuanha) é reconhecida mundialmente como planta medicinal. O nome da planta em português, ipecacuanha, é originado da palavra nativa i-pe-kaa-guéne, que significa "planta de doente de estrada". A ipecacuanha (Psychotria ipecacuanha) é uma espécie medicinal conhecida popularmente por ipeca, ipeca-verdadeira, poaia, poaia cinzenta,



Carapichea ipecacuanha autor Masa Sinreih in Valentina Vivod

É uma planta nativa do Brasil e América Central. Os extratos de suas raízes são utilizados há séculos pelos índios para induzir o vômito em casos de envenenamentos e como antídoto contra picada de cobras venenosas.

A atividade farmacológica da ipeca deve-se, principalmente, a dois alcalóides isoquinilínicos, a emetina e a cefalina. A emetina foi isolada das folhas da icepacuanha pela primeira vez pelos farmacêuticos franceses Pierre-Joseph Pelletier e Joseph-Bienaimé Caventou, em 1817. Além de induzir o vômito e atuar com expectorante, a emetina possui atividade contra o protozoário intestinal Entamoeba histolytica, causador da amebíase.

Nativa das regiões sombrias e úmidas das florestas tropicais da América, com ocorrência no Brasil, Colômbia, Venezuela, Peru, Equador, Bolívia, Guianas e América Central, A verdadeira ipeca (Psychotria ipecacuanha (Brot.) Stokes - Rubiaceae) tem como seu centro de origem o Brasil, onde pode ser encontrada na floresta, sob árvores de grande porte, nos Estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará, Rio de Janeiro, Minas Gerais,Espírito Santo, Pernambuco e Bahia. Porém, a área de maior ocorrência fica no Estado de Mato Grosso, principalmente no Município de Cáceres.

A ipeca é uma espécie ameaçada de erosão genética ou em vias de extinção por ter sofrido intenso processo extrativo nos 2 séculos passados, abertura de novas fronteiras agrícolas, e também por ter suas áreas de ocorrência natural reduzidas atualmente. Sendo uma espécie passível de se adequar a um sistema de cultivo economicamente viável.

A ipeca-verdadeira apresenta a seguinte sinonímia científica: Evea ipecacuanha Standley, Cephaelis, ipecacuanha Rich., Cephaelis emética Pers., Uragoga, ipecacuanha Baill., Psychotria ipecacuanha Mull. Arg, Ipecacuanha officinalis Arr. Cam. Vulgarmente, é conhecida pelos nomes: ipeca, ipecacuanha-anelada, ipecacuanha-preta, poaia-do-mato, poaia-cinzenta, poaia legítima, ipeca-preta e ipeca-do-Mato-Grosso.

Você gostará também:

Plantas matemáticas: Os fractais na natureza

O desafio de entender e conhecer melhor as plantas

Como Eram Frutas e Legumes Antes de Serem Domesticados. O Milho é Impressionante!

Plantas matemáticas: Os fractais na natureza

A árvore mais perigosa do mundo


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!