Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Garrafas pet e ecologia

Autor: Edvaldo Sacramento Conceição - Data: 27/08/2009
RSS

Politereftalato de Etila, ou PET, foi desenvolvido por dois químicos Britânico em 1941, formado pela reação entre o acido Tereftálico e o Etileno glicol, Possui propriedades termoplásticas, isto é, pode ser reprocessado diversas vezes pelo mesmo ou por outro processo de transformação.

Quando aquecidos a temperaturas adequadas, esses pet amolecem, fundem e podem ser novamente moldados.

As garrafas produzidas com este polímero só começaram a ser fabricadas na década de 70 podendo permanecer na natureza por ate 800 anos.

No começo dos anos 80, os Estados Unidos e Canadá iniciaram a coleta dessas garrafas, reciclando-as inicialmente para fazer enchimento de almofadas.

Com a melhoria da qualidade do PET reciclado, surgiram aplicações importantes, como tecidos, lâminas e garrafas para produtos não alimentícios.

Mais tarde na década de 90, o governo Norte Americano autorizou o uso destes materiais reciclados em embalagens de alimentos.

A produção cresceu mais, a reciclagem não acompanhou a produção gerando uma invasão de garrafas de todos os tamanhos e formatos, hoje a produção de pet avançou e é um dos maiores vilões do meio ambiente, poluindo matas, rios e córregos.

Os grande produtores deste material não têm nenhuma preocupação com o futuro do planeta e a cada dia lançam centenas de milhões de novas garrafas na natureza.

Ecologia

O homem se defronta com uma crise ecológica. Esta crise evoluiu em conseqüência da má administração crescente do meio ambiente natural e do crescimento desenfreado da população humana.

A crise não apenas ameaça suas chances de realizar um modelo de vida condizente com a presente humanidade mas também suas possibilidades de continuar existir como espécie humana.

Garrafas PET e Ecologia...

Hoje torna-se possível ajudar a reverter esse quadro com pontos positivo para a natureza e a ecologia.

Utilizando a resistência e a durabilidade das garrafas PET em favor da natureza.

As garrafas pet tornaram-se nosso aliado principal na redução de uso da terra vegetal em jardins e jardineira suspensa, proporcionando leveza e redução no custo final dos serviços,além de promover um uso ecológico desses materiais altamente poluidores.

Terra vegetal

A terra vegetal e formada com a decomposição do chamado lixo vegetal, como folhas, troncos e frutos que ao longo dos anos se fundem com a terra formando a terra vegetal.

Esta é a camada do solo responsável e fundamental para o inicio de uma boa recuperação de áreas verdes desmatadas e degradadas pelo os homens. A exploração indevida e descriminada ao longo de décadas foi comprometendo matas nativas e tornando-as áreas improdutivas e desérticas.

Ainda hoje o homem continua a desmatar e remover este material para a implantação de jardins e áreas verdes.
Já é hora de darmos um basta, ou nossos filhos e netos não vão saber o que é isso chamado de terra vegetal.

Aspecto Ecológico

Com o uso de garrafas pet na jardinagem conseguimos unir o útil ao agradável, utilizando as características poluidoras em beneficio na preservação da natureza.

O sistema pet Brasil nasceu da necessidade de criar um jardim leve e resistente,de drenagem fácil e ecologicamente correto, com consumo exato de terra vegetal, eliminando assim o freqüente desperdício deste material que vem se extinguindo ao longo dos tempos.

Veja algumas fotos com aplicação de drenagem PET.
As fotos a seguir foram feitas durante a implantação do sistema PET: Ecologicamente Correto

Processo:



Remoção da vegetação existente.


Após remover toda vegetação e terra vegetal.


Preparação para colocar as garrafas PET.


Aplicação das garrafas PET de 2 litros.


Aqui as garrafas são ajustadas e comprimidas para dar sustentação à terra vegetal.


Após a aplicação do geotextil e recomposição da terra removida, metade de terra antes existente na jardineira, começa o replantio mudas.


Final do processo com a composição de toda vegetação.

Nesta jardineira foram usadas cerca de 1.750 garrafas PET.

Foram eliminadas cerca de 9 toneladas de terra vegetal e retiradas do meio ambiente cerca de 1.700 garrafas PET.

É muito pouco, mas imagine se metade dos prédios de condomínios residenciais e comerciais adotassem esse processo.
Já seria um bom começo...

Edvaldo Sacramento Conceição
Paisagista.
Tel (71) 32332616 ou 88316306
Rua Almiro Romualdo da Silva 23 – Brotas
CEP 40275-030 Salvador – Ba.

Leia também:

10° edição do Prêmio von Martius de Sustentabilidade

Carta do Chefe Seatle ao Presidente Americano

E você, o que já está fazendo para colaborar com o planeta?

Faça algo todo dia


Vale a pena reforçar: Consequências do progresso


Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários


7 Visões
Conheça os melhores softwares para paisagismo e irrigação
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!