Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Flores da Primavera: a estação mais florida do ano!

Autor: Gláucia de Oliveira - Data: 05/10/2009
RSS

Como sabemos o ano possui quatro estações: primavera, verão, outono e inverno. As estações acontecem por causa da inclinação da Terra em relação ao sol. O movimento do nosso planeta em torno do sol dura um ano e a sua principal conseqüência é a mudança das estações.

As plantas e os outros seres vivos adaptaram-se a essas mudanças. No caso das plantas, elas não crescem com a mesma velocidade em todos as estações. Durante as épocas desfavoráveis elas limitam ou cessam o seu crescimento. Este processo recebe o nome de dormência, é o período em que dizem que as plantas dormem. Assim, elas conseguem sobreviver a baixas temperaturas ou quando há escassez de água, por exemplo. Após passado o período crítico, quando a temperatura torna-se mais amena, a água torna-se mais abundante ou outro fator limitante para sua sobrevivência volta a torna-se disponível, as plantas voltam a crescer e se desenvolver. Essa dormência pode ocorrer tanto nas plantas adultas quanto nas sementes.

A primavera é a estação mais florida do ano, é onde a maior parte das plantas aproveitam para exibir suas floradas, atraindo animais para sua Gloss:polinização] e gerando as sementes que espalharão novas plantas pela natureza. Mas como elas sabem que chegou essa estação? Não é somente porque a temperatura se tornou mais quente. Se assim fosse, em muitos anos, estas plantas floresceriam durante os dias quentes de outono, e no entanto seriam prejudicadas ou destruídas durante as baixas temperaturas e geadas que viriam depois no inverno. Elas não florescem antes da hora devido a mecanismos hormonais que inibem o florescimento e também faz com que as sementes não germinem em condições desfavoráveis. Mas, sinais específicos vindos do ambiente também são muito importantes para que elas saiam do estado de dormência. Estes sinais podem ser a temperatura, por exemplo, como ocorre com os bulbos de tulipas, jacintos e narcisos que florescem após terem sido expostos a baixas temperaturas. Outro sinal necessário para algumas sementes é a desidratação, ou seja, ficarem secas, isto indica para elas que já saíram de dentro de um suculento fruto, por exemplo, e que já estão no ambiente. Ou ainda, muitas plantas orientam-se pelo fotoperíodo, ou seja, a duração do dia e da noite.

O fotoperíodo é um dos importantes fatores ambientais ligado ao florescimento, pois a duração de horas do dia e da noite indica para as plantas a estação do ano. No inverno, além de ser a estação mais fria do ano, os dias são curtos e por isso escurece mais cedo. Apesar de a maioria das flores ficarem em dormência nessa estação, há aquelas que são chamadas plantas de dias curtos que florescem no outono e no inverno, são elas: árvore-de-jade (Crassula arborescens), neve-da-montanha (Euphorbia leucocephala), jasmim-dos-poetas (Jasminum polyanthum), vara-dourada (Solidago canadensis), flor-de-seda (Schlumbergera truncata).

Com o fim do inverno é chegada a primavera e os dias voltam a ser mais longos e quentes, a temperatura é mais agradável, nem tão alta e nem tão baixa, fatores que fazem com esta seja a estação mais florida do ano. No verão, além de chover mais, os dias também são mais longos. Nestas estações florescem as chamadas plantas de dias longos, porque há mais horas de luz, deixando o dia mais longo que a noite. Com temperatura adequada, água disponível, e mais horas de luz para realizarem a fotossíntese, são muitas as plantas que florescem nestas estações: abutilon (Abutilon darwinii), agapanto (Agapanthus africanus), antúrio (Anthurium andraeanum), manacá-de-cheiro (Brunfelsia uniflora), barba-de-barata (Caesalpinia pulcherrima), esponjinha (Calliandra brevipes), vinca (Catharanthus roseus) e clivia (Clivia miniata), crossandra (Crossandra infundibuliformis), cascaveleira (Crotalaria micans), orquídea-epidendro(epidendrum fulgens), gardênia (gardenia jasminoides), hemerocales (hemerocallis fulva), madressilva(lonicera japonica), alisso (lobularia maritima), são alguns exemplos.


Flores da primavera!

Há ainda aquelas plantas que são neutras, ou seja, florescem independentemente da duração do dia e da noite, e podem florescer o ano inteiro, como exemplos: rabo-de-gato (Acalypha reptans), alamanda (Allamanda cathartica), alpínia (Alpinia purpurata) e biri (Canna indica).

Experimentos demonstraram que as plantas se guiam não pela quantidade de horas de luz que receberam e sim pela falta dela, ou seja, pelo tempo de escuridão da noite.

Para a produção comercial de flores, muitas sementes passam por processos artificiais para que as plantas floresçam em diferentes estações. Por isso, que é possível comprarmos durante todo o ano, por exemplo, tulipas (Tulipa gesneriana) e crisântemos (Dendranthema grandiflorum).

Leia também:

Cultivo de árvores outonais

Bromélias

Relação entre plantas e a fauna

Solos e flores: aprenda e escolha as plantas certas

JARDIM DENTRO DE CASA

Conheça plantas que atraem beija-flores para seu jardim !

Como as plantas atraem os animais

As plantas também sabem se defender sozinhas!

Do sexo das plantas ao fruto


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!