Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

A trajetória do Amor-perfeito - Viola tricolor

Autor: Regina Motta - Data: 17/01/2014
RSS

A evolução do Amor - perfeito

Todas as plantas de jardim derivam de espécies silvestres, aprimoradas por muito tempo até gerar as qualidades desejadas pelos jardineiros. A trajetória do amor - perfeito é um exemplo.



Amor-perfeito (Viola tricolor) é uma flor bienal selvagem eurasiática.
É uma pequena planta rasteira que atinge no máximo 15 cm de altura, com flores de cerca de 1,5 cm de diâmetro. Ela cresce nos prados e nas fazendas abandonadas, principalmente em solos ácidos ou neutros. É geralmente encontrada onde tem sombra parcial. Floresce de abril a setembro. As flores podem ser roxo, azul, amarelo ou branco. É hermafrodita e autofértil, polinizada pelas abelhas.

A mitologia grega, conta que Zeus enamorou-se de uma jovem chamada Lo e provocou ciúmes em sua esposa Hera, ele transformou a moça em novilha e a manteve pastando aos seus pés. Por pena da dieta de ervas a que submeteu a amada, fez com que a terra produzisse lindas flores que chamou de Lo.
Outra lenda grega conta que as delicadas flores brancas eram adoradas por Eros, o cupido. Para inibir essa adoração, Afrodite as coloriu, o que resultou na coloração tricolor.


Viola tricolor

A história conta que gregos e chineses usavam as violas como medicamento, e os celtas e romanos faziam com elas perfumes. Os amores-perfeitos eram usados até mesmo como elixir do amor na Inglaterra, o que, acredita-se, inspirou Shakespeare em "Sonhos de uma noite de verão".
Nessa obra, uma flor mágica teria sido esfregada nos olhos de Titânia enquanto dormia. Ela, ao acordar, apaixonou-se pela primeira pessoa que viu.
É muito empregada desde os tempos remotos. Homero conta que os atenienses a utilizavam para moderar a ira. Utilizavam uma guirlanda de flores da Viola tricolor para prevenir dores de cabeça e enjôos. Os chineses utilizam a espécie Viola yedoensis de forma similar. Esta última também é empregada em tratamento do eczema infantil grave em um hospital de Londres.
As folhas secas da Viola tricolor, pulverizadas ou misturadas com mel até formarem uma pomada, aplicadas sobre as feridas, ajudam a cicatrizá-las. Para curar infecções cutâneas, tratam-se as partes afetadas com compressas de gaze embebidas em uma infusão da planta. A decocção alivia também as dores reumatismais e trata as afecções de pele, dermatites e eczemas. A infusão, que também pode ser bebida, combate as afecções do sangue, a debilidade nervosa, o cansaço, as doenças cardíacas nervosas e icterícia, pois estimula o metabolismo.
Constitui um bom expectorante devido a seu alto conteúdo em saponinas e também tonifica e fortalece os vasos sanguíneos.
Emprega-se como cosmético para limpeza de pele e como loção capilar contra a queda do cabelo. Serve para gargarejos. As raízes são eméticas


Viola tricolor - nativa da Grã Bretanha - pode exibir grande variedade de cores e tem flores pequenas.


Viola tricolor


viola tricolor

Amor-perfeito , Pensamiento , Pensamientos , Trinitaria.
tipo: Planta ( Herbácea).
Sinonímias: Viola tricolor var. hortensis DC..
Família: Violaceae.
Altura: 0,25 m.
Diâmetro: 0,2 m.
Ambiente: Pleno Sol.
Clima: Subtropical, Temperado, Tropical de altitude.
Origem: Europa, Ásia.
Época de Floração: Primavera, Inverno.
Propagação: Sementes.
Mês(es) da Propagação: Outono.
Persistência das folhas: Permanente.

O amor-perfeito-dos-jardins é uma versão em miniatura do amor-perfeito tradicional. Suas flores são pequenas e delicada, muito vistosas e têm o aspecto de "carinha". As cores e combinações são muitas e variam de amarelo, azul, roxo, branco, rosa e marrom. Apresenta ramagem verde-escura, macia e frágil. Esta espécie de amor-perfeito é também mais rústica que a tradicional e pode compor belos maciços, canteiros e jardineiras no inverno, enquanto outras plantas estão sem flores ou dormentes.
Deve ser cultivada sempre a pleno sol, em solos ricos em matéria orgânica regados frequentemente. Sua multiplicação se dá por sementes. Embora seja perene, deve ser tratada como anual, pois perde a beleza com o tempo. Aprecia o frio e é resistente à geadas.


http://commons.wikimedia.org/wiki/File%3AViola_lutea_subsp.lutea_07072003fleur3.JPG

Viola lutea - o amor-perfeito da montanha, uma flor perene. As primeiras variedades surgiram no sec 19, da mescla como o amor perfeito selvagem.


Viola lutea
http://commons.wikimedia.org/wiki/File%3AViola_sudetica_a1.jpg


Viola arvensis

A violeta-dos-campos, amor-perfeito-bastardo, amor-perfeito-bravo, erva-da-trindade ou violeta-dos-prados (Viola arvensis) é uma espécie do género Viola.
É nativa da Europa. É das primeiras violetas a aparecer na primavera, e aparentemente usa uma espécie de retardante de crescimento para as plantas circundantes, parecendo ser a única planta a desenvolver-se em grandes tufos. Longe destas colõnias, as ervas apresentam um crescimento normal.

Show jenny - foi criada por floristas depois que uma mancha apareceu em uma espécie em 1840. A forma era mais arredondada.

Fancy panny - desenvolvida na década de 1860 era bem maior. A mancha cobriu 3 pétalas inferiores e exibiu uma borda.


Viola hirta


Viola riviniana


Viola canina


Viola suavis

Viola hirta, Viola canina, Viola riviana, Viola suavis são espécies nativas de Portugal.


Viola odorata

Viola odorata são constantes em Portugal Continental, no Arquipélago dos Açores e no Arquipélago da Madeira. Em termos de naturalidade é introduzida em Portugal Continental e no Arquipélago dos Açores, sendo nativa do Arquipélago da Madeira.

As variedades de flores híbridas de amor-perfeito e violetas deram origem a flores com cores vibrantes, resultado do cruzamento seletivo.


Selo da Alemanha


Selo da Suécia

Você encontra informações e fornecedores de várias espécies de Viola aqui, basta clicar no link e depois nas fotos.
Amor perfeito
Veja algumas:




Você gostará também de:
Bonsai: envelhecimento do substrato
O maravilhoso Gardens by the Bay em Singapura
Agora Garden Tower - Residencial de luxo em Taipei
Paisagismo e reflorestamento: Árvores Brasileiras, uma história de sucesso!
Paisagismo: Florestas verticais em plena cidade, é possível?
Plantas do Brasil: Aroeira da praia, riqueza que ganha o mundo!
Os jardins ingleses
Paraíso de plantas e flores de todo o mundo
The Royal Botanic Garden, patrimônio mundial pela UNESCO
A vida secreta das plantas: floração



Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

23/01/2014 11:40:11

Linda flor em qualquer situação. De ornamento à saúde, passando pela culinária. Gostei muito da inclusão dos selos. Tenho uma coleçãozinha e valorizo o trabalho de quem os desenha. Bela matéria. Se tiver sequencia de outras seguindo o padrão penso que vai ser muito interessante, pois passou informações de todos os tipo.
Ida Terron
Nas
Quatro Estações

21/01/2014 16:03:47

Percival, Obrigada por sua apreciação!

20/01/2014 12:18:15

Sobre a flor amor Perfeito ,muito comercializada , é linda , varias cores ,delicada , quem produz vende muito bem , é adorável, boa matéria , parabéns .


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!