Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

A Semente Efigênia na Árvore da Vida

Autor: Regina Motta - Data: 09/09/2013
RSS

Um projeto de artes integradas para homenagear os 82 anos da multiartista Efigênia Rolim.
Efigênia é reconhecida nacionalmente por seu talento em criar obras de arte a partir de sucata.



"Efigênia, poetisa do povo. Desenha versos com as mãos e canta com a alma. Se inventa e reinventa a cada nova estória, entre gestos, músicas e cambalhota cria suas obras. Personagem rela de um Conto de Fada, anciã da transmutação, maga que mesmo seu varinhas de condão transforma papeis de bala, em suspiros de admiração."



A força criativa e o olhar sensível presentes nas obras da artista popular inspiram mudanças na relação do homem com a natureza, a forma de produzir e consumir os resíduos, toneladas de lixo produzidas todos os dias nas grandes cidades.
O programa do projeto inclui variados eventos em volta dos temas reciclagem e sustentabilidade, entre oficinas de reciclagem para preparação do cenário e figurino do espetáculo, exposições sobre Efigênia e sua obra, rodas de diálogos sustentáveis, e o grande espetáculo, Celebração dos 82 anos de Efigênia que acontecerá dia 21 de setembro - Dia da árvore - início da Primavera, durante a Bienal Internacional de Curitiba da qual a Efigênia é artista convidada.



O espetáculo da Celebração, batizado de "A Semente Efigênia na Árvore da Vida" com direção de Silvia Patzsch, contará com a participação de renomados artistas como Leticia Sabatella, Fernando Alves Pinto, Carlos Daitschman, Hélio Leites, Katia Horn, João José, Guto Horn, Renato Perré, João Bello, Susie Monte Serrat, Gisele Lucena, Lin Egas, Don Joey RightRow, Melina Mulazani e do grupo de danças circulares da terceira idade "Roda do Arco-íris" que irão interpretar contos e cantos de Efigênia.
O projeto é realizado pelo Núcleo de Experimentação Artística, coletivo que desenvolve ações de educação através da arte,e que tem como integrantes Gisela Lucena, Silvia Patzsch, Sérgio Albach, Katia Horn, Rosário Quitério, Lauro Borges, Lin Egas, Patrícia Valverde e Moira Albuquerque.
O Núcleo tem como fomentador a Rede de Iniciativas Sustentáveis - pessoas, entidades e empresas que contribuem para o desenvolvimento de ações de caráter artístico e sociocultural em Curitiba.Para financiar o projeto e conquistar um maior número de apoiadores está sendo desenvolvida uma campanha de crowdfunding - financiamento coletivo independente - no Mobilize (plataforma de financiamento colectivo no Facebook).
Entre as entidades apoiadoras confirmadas figuram o SESI Paraná, Colégio Medianeira, Na Catêga, Bicicletaria Cultural, Centro Histórico e oColégio Estadual. Em negociação estão os apoios do Centro Universitário da UNINTER, do IPCC e do FAS.

Faça parte dessa rede. Colabore! http://www.mobilizefb.com/hefigeniarolim


Acompanhe o desenvolvimento do Projeto no Facebook: Celebração dos 82 anos da Multiartista Efigênia Rolim

+ info: nucleo.e.artistico@gmail.com
Coordenadora: Silvia Patzsch: silviapatzsch@gmail.com,cel: 41 9811 9098


PROGRAMA (Emdesenvolvimento)
OFICINAS DE RECICLAGEM - CONSTRUÇÃO DE CENÁRIO E FIGURINO (SESI)
19 a 22 de Agosto de 2013,
Oficina de Cenário com Carlos Daitschman
26 a 29 de Agosto de 2013,
Oficina de Figurino com Katia Horn
17 de setembro a 20 de outubro de 2013 (SESI)
EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA "EFIGÊNIA"
por Lina Faria e Lauro Borges
EXPOSIÇÃO DE OBRAS DE EFIGÊNIA
21 de Setembro de 2013 - Dia da Árvore - 19:00h
ESPETÁCULOA SEMENTE EFIGÊNIA NA ÁRVORE DA VIDA
25 de Setembro de 2013 - 10:30h as 12:30h(SESI)
RODA DE DIÁLOGOS: "SUSTENTABILIDADE EM AÇÃO"
Com Eloy Casagrande (UTFPR), Aguinaldo dos Santos (UFPR), Giovani Gaspar (Neshy), Jardinagem Libertária e Ciclo Iguaçu, Irmãs Green, ...
2, 9 e 16 de outubro de 2013 (SESI)
OFICINA DE RECICLAGEM COM EFIGÊNIA ROLIM E TEREZINHA ROLIM
PROJEÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS SOBRE A VIDA E TRABALHO DA ARTISTA
14:30h "Rainha do Papel" (1999), de Estevan Silveira e Tiomkim
17:30h "O Filme da Rainha" (2006), de Sérgio Mercurio

A Sapateirinha Feliz
Texto de Hélio Leites

Quando o sapato desiste de ser sapato, jogado pelos cantos como se fora um lixo humano, o que lhes sobra é a generosidade da acolhida da sapateirinha feliz que lhes dá nova e abundante vida, transformando-os em Artesanartes. Segundo suas palavras "- 0 sapato incorpora em arte". Aí D. Efigênia sai como Rainha que é, com sua varinha mágica e vai nos tocando, e nos encantando em emoção , criatividade e Arte. A reciclagem em Efigênia fez morada , aliás um castelo, e ela sempre nos surpreende com a sofisticação Mestra de sua arte povera. Assim como pessoas saem de moda, os sapatos também, já não existem roupas, nem charme que se lhes combine, é tudo um pouco como aposentadoria fora de época. O bico ora é franco e largo, ora fino de matar barata no cantinho da parede, os dedos que se medrem, as unhas que se encavalem , umas sobre outras, tal qual, ruínas gregas, segregadas no vale, que se cravem na carne da humanidade O que vale é estar na moda. Os saltos, ora rombudos, ora anabelas, feito tortas de chocolacha, descambam as vezes para finíssimos saltos agulhas, e assim, vai ela, costurando esta arte milenar com sentimentos contemporâneos de reciclagem, que vão navegando no rio lodoso da ecologia,apontando rumos de sustentabilidade, paradigmas recém saídos da embalagem, por isso moldãveis . Firme no leme, assim como quem sabe pra onde rema, a Sapateirinha Feliz, dá-lhes novo sentido estético e transvira a direção, e agora o sapato é signo e protagonista do show e se o vestidinho não se comportar, vai passar desapercebido na passarela. Caros e amigos, então já não estaremos mais na era das roupas, e os sapatos governarão o mundo, e nos levarão por caminhos, desconhecidos, enfeitados de flores e bandeirinhas, e lá no fundo, um coraçãozinho pulsante, alegre a cada novo passo, nos ensina, abrindo fronteiras, que mal sabíamos existir. Desvendando territórios, que julgávamos ser só terra e água, quando na verdade algo mais pulsa nesse calvário, arrastando os pobres para a beira dos rios, com suas crianças, dormindo ao relento, dependentes químicos de uma tragédia universal. No fundo de nosso quintal, um novo caminho se apresenta, não só para os que andam, mas em essência para os que sonham. O sapato te eleva para qualquer astral. Ele inventa o caminho. E em tempos de apagão, só isso já é ouro.



Você gostará também de:
Meio Ambiente: Carta do Chefe Seatle ao Presidente Americano
Meio ambiente: Vídeo Berçário das tartarugas da Amazônia
Meio ambiente: 13 dicas sobre o lixo, um problema que é de todos
A natureza está meio louca
Pensar. Comer. Preservar: Diga não ao desperdício
O consumo do planeta: Para onde vamos?
Árvores frutíferas e plantas úteis na vida amazônica
Plantas e flores na recuperação de cirurgias
O incrível jardim das rochas, um exemplo de reciclagem
A água do mundo está acabando? Uma abordagem geral do problema
Sustentabilidade + Paisagismo: um mundo melhor


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!