Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

A grande Família Bromeliaceae

Autor: carlos barbosa de oliveira - Data: 25/03/2013
RSS

É uma família muito grande, compreendendo 1.400 espécies em 57 diversas subfamílias:


Neoregelia bigball

1. Pitcairnioideae, com os gêneros Brocchinia, Connelia, Dyckia, Encholirium, Hetchtia, Navia, Pitcairnia e Duya.

2. Bromelioideae, com os gêneros mais conhecidos: Aechmea, Billbergia, Bromélia Canistrum, Cryptanthus, Fernseea, Greigia, Hohenbergia, Neoregelia, Neoglaziovia, Nidularium, Pseudoananas, Quesnelia, Streptocalyx, Wittrockia.


Bromelia+Hybrid Neoregelia


3. Tillandsioideae: Alcantarea, Catopsis, Guzmania, Tillandsia, Vriesia.


Neoregelia Neocolor Parade

Curiosidade: Os estudiosos consideram o gênero Catopsis e Brochinia reducta como bromélias carnívoras.


Descrição das bromélias

As bromélias são plantas herbáceas de folhas ora largas ora estreitas, lisas ou serrilhadas, por vezes com espinhos, de cor verde, vermelhas, vinho, variegadas, com manchas, listras e pintas.


Neoregelia compacta

Só florescem uma vez somente no estado adulto, depois emitem filhotes e terminam o ciclo.

As flores variam conforme a espécie e o gênero, mas são pequenas e podem apresentar-se saindo de espigas (Tillandsia) em racemos (Aechmea) ou no centro da roseta de folhas (Nidularium).


Neoregelia fireball

São em sua grande maioria epífitas, vivendo em árvores numa evolução avançada, mas encontramos também ripícolas crescendo sobre rochas (Dyckia marítima) ou terrestres (Alcantarea).

As plantas epífitas têm maior capacidade de fixação ao seu substrato e alimentam-se do ar e partículas que caem em seu tanque central que retém água da chuva e orvalho.
As Tillandsias desenvolveram um sistema de sobrevivência epífita, usando suas raízes apenas para fixar-se e suas escamas absorvem o ar, a luz e a água, nutrindo-se destes elementos.


N. Fireball compacta

Substrato de cultivo das bromélias

O substrato de cultivo deste gênero de bromélia não necessita ser nutritivo, desenvolvem-se melhor em placas, tocos e galhos de árvore.
Também um substrato substituto do xaxim...chamado substrato composto de palha de arroz cabonizado com casca de pinus triturado

As bromélias são plantas de locais com alto teor de nutrientes orgânicos e pH mais alto. O substrato deve ter baixa densidade para garantir boa aeração e drenagem da água de chuvas e regas. O pH de cultivo fica em torno de 5,8 a 6,3, mas estudos feitos com a Alcantarea mostraram seu melhor desenvolvimento em pH 7,1.


Neoregelia sp.

Estudos mostram que algumas se desenvolvem bem em substrato composto de palha de arroz carbonizado com casca de pinus triturado ,e esterco bovino em quantidades iguais ( Vriesia e Neoregelia).
Mas pode também ser uma mistura de terra comum de canteiro com casca de arroz carbonizada, na proporção de 1:1. Mas testes efetuados para uma mistura mais completa, chegaram a: terra 15% + Areia 15% + Húmus de minhoca 15% + pó de cascas (palha de arroz carbonizado com casca de pinus triturado,).ou tão somente o substrato de palha de arroz carbonizado...80% +humus de minhoca 20%
As cascas devem ser em pequenos pedaços, é preciso deixar de molho em água para diluir os compostos fenólicos que podem prejudicar as plantas.
Para os gêneros Dyckia e Orthophytum adicionar mais areia.

3. Bromélias epífitas como as do gênero Tillandsia não usam substrato.

4. O substrato que melhor apresenta resultados para a propagação de sementes é a casca de arroz carbonizada pela sua boa drenagem.
É um produto oriundo do beneficiamento do arroz e encontrado em regiões de produção deste cereal. Pode ser adquirido in natura e empresa especializadas, como a Flora Oliveira.


N. Sarmentosa

Para regiões que não tenham este tipo de material pode ser usada a vermiculita.

5. A casca de coco é um substrato usado há pouco tempo, oriundo da indústria de beneficiamento do coco.
É um produto que deve ser lavado muitas vezes para retirada de composto tóxica para as plantas.
Deixe de molho em água limpa e troque todos os dias durante uma semana. Depois, pode deixar secar e empregar.
Já o substrato de palha de arroz carbonizado com casca de pinus ,já é um produto testado por diversos produtores e alcançaram excelentes resultados.

Algumas dicas para ter sucesso com suas bromélias

1. Se as folhas novas são mais longas em relação às mais antigas, o local de cultivo tem sombra demais.
Também se a cor das folhas fica somente verde, perdendo o colorido.

2. Se as folhas começam a apresentar sinais e manchas pretas há água demais na muda.

3. Se aparecerem manchas secas nas folhas, a planta pode ter queimado com sol, também pode ter sido regada e a água agiu como lente sob o sol, queimando a folha. Adubação demais pode apresentar sintomas parecidos, mas a queimadura começará nas pontas da folhas.

4. As bromélias dos gêneros Vriesia, Neoregelia, Aechmea, Billbergia,Guzmania e Canistrum possuem tanque dentro da roseta de folhas e costuma-se deixá-lo sempre com um pequeno filme dágua.

5. Quando plantar não enterre demais a muda, a base das folhas deve ficar acima da linha do solo. Se a muda é grande, use tutor até a fixação da muda no substrato.

6. Não use vaso muito grande para não haver muita umidade nas raízes, facilite a drenagem usando cacos de vasos, brita ou isopor cortado no fundo e um substrato bem pouco denso.
Como exemplo do substrato,recomendamoso substrato de palha de arroz carbonizado com pinus triturado.

Você encontra fornecedor aqui, basta enviar uma mensagem através do site:
Substrato casca de arroz carbonizado

contato: oliveira.paisagismo@hotmail.com
Flora Oliveira com.de plantas e paisagismo ltda ...Batatais SP

Você vai gostar também de:

Bromélias
Margareth Mee, a dama das bromélias, pesquisadora de nossas plantas ornamentais
As bromélias e a dengue
Jardim - Como plantar com sucesso
Paisagismo com plantas ornamentais raras: Tillandsia creation
Paisagismo com plantas ornamentais raras: Tillandsia Xerographica
Paisagismo: Tillandsias - as filhas do vento
Tillandsias: tesouro secreto dos desertos
Paisagismoi:Plantas raras, exóticas, estranhas


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

08/04/2013 11:07:26

Doris Martini, Lamento o ocorrido com seus exemplares amiga, mas como é sabido as Bromélias são extremamente sensíveis e têm alto poder de absorvição foliar, tanto que costumo recomendar muito cuidado e critério ao se fazer utilização dos fertilizantes foliares. Por outro lado o Granizo têm um alto poder de destruição dentro das plantações, pois queimam literalmente as plantas. No caso das Bromélias especificamente um pequena pedra de um poder letal, pois o formato de "taça" das folhas fazem com que a água gelada queime literalmente todas as folhas no miolo do conjunto o que se torna irreversível. O melhor é que você arranque as plantas prejudicadas e plante novas em seu lugar. Agora como prevenção adote o procedimento seguinte. Se se tratar de Alcântareas Imperialis, passe um cordão em volta da touceira de maneira a fechar o conjunto e vista um saco de lixo de 200 litros. Esse procedimento evita que o granizo se acumule no miolo das folhas. Como substrato utilize um saco de 25 kg de terra vegetal, 25 kg de esterco de gado ou cavalo peneirado e 10 kg de fibra de coco. Misture tudo muito bem e coloque dentro da cova de cada exemplar a ser plantado. Regue-os generosamente três vezes por semana. Caso queira dar uma suplementação química, utilize o Osmocote 14-14-14 colocando-o a uma distância de dois palmos do pé de cada planta. Recomendo o Osmocote pois ele é de liberação lenta e não há perigo de queima das plantas de no caso haver super fertilização do produto. Se for utilizar fertilizante foliar, utilize 1/4 da força (dosagem) recomendada pelo fabricante do produto e faça aplicação uma vez ao mês. Aqui em casa eu não utilizo fertilizantes químicos. Somente a formulação do substrato apresentado acima e água pura. Veja as fotos que postarei a seguir. Abraços,

04/04/2013 14:09:46

Prezada Doris, o artigo é de um parceiro nosso aqui do site, ele poderá responder a sua questão. Vou solicitar que o faça. Obrigada pelas suas palavras carinhosas, um grande abraço.

03/04/2013 15:45:09

Regina, como seu nome diz, vc deve se sentir uma rainha no meio dessas bromélias. Tenho uma dúvida: por ocasião de um temporal de granizos, muito grandes, do tamanho de minha mão fechada muito forte ano passado, acho que em final de setembro, de lá para cá minhas bromélias, que estavam maravilhosas, começaram a ter suas folhas rasgadas e iniciou-se um apodrecimento em seus miolos, que, ao puchar, as folhas saiam podres. Agora, elas estão 99% sem folhas, mas o tronco continua forte, preso no chão, onde estão plantadas. Minha dúvida é, será que desse tronco nascerão novas mudinhas? Acho que as pedras de gelo causaram esse estrago todo. Às vezes tenho vontade de tirá-las todas, para plantar outras, mas vou esperar sua avaliação. Espero contar com sua atenção, Regina. Um abraço!

02/04/2013 18:45:10

Muito informativo e a novidade sao os valores d pH do substrato para cada espécie o que torna a informacao prãtica para plantios


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!