Quer aparecer aqui?  Veja Como


Fórum Paisagismo Digital

 Fórum  |   Novo Tópico  |   Pesquisar  |   Regras  |   RSS

Postado em 18/10/2010 12:44:31

Ola. Faz 4 anos que venho tentando cultivar Grevillea banksii em vaso, para atrair beija-flores e maritacas (que adoram suas sementes), sem sucesso. Nesse tempo já matei 4: a 1ª, planta já adulta, acabou secando depois de 1 ano (jogava água de manhã e de noite, senão ela ficava murcha com o sol da manhã); a 2ª, muda pequena, acabei matando pois fertilizava como a anterior (a G. banksii foi minha primeira planta, comecei a ter gosto por plantas por causa dos beija-flores); a 3ª matei por adubar com farinha de osso (não sabia que as plantas da família Proteacea possuem rizoma especiais para captação de P e que este deve ser usado com cuidado para não haver envenenamento), a 4ª, num vaso com metade de terra vegetal, um quarto de húmus de minhoca e um quarto de casca de pinus moída, sem fertilização nenhuma, apresentou o mesmo sintoma da 2ª planta (as folhas surgiam uma em cima da outra, "encavalavam", e as folhas não cresciam muito, as pontas ficavam escuras e as folhas retorcidas, ou seja, falta de água, embora eu regasse 2x ao dia, até a água escorrer pelos furos de drenagem. Agora com a 5ª, já um pouco mais experiente, coloquei um terço de terra vegetal, um terço de esterco de gado esterilizado (não adiciona nutrientes, ele é só um condicionar do solo -- mantém o mesmo mais leve e aerado, como a Grevilha gosta) e um terço de vermiculita. A planta "cresce" muito lentamente mas logo as folhas novas começam a apresentar os sintomas de falta de água, embora em um grau menor, não "indo para trás". Eu queria saber se é possível cultivar esta planta em vaso com sucesso (estou pensando em comprar perlita e usar 1/3 terra de jardim, perlita e vermiculita para ver se essa falta de água cessa) e se alguém tiver experiência ou alguma dica, por favor, me ilumine. As plantas nativas, como as Stachytarpheta sp que são as plantas "número 1" no quesito atração de beija-flores, borboletas e facilidade de cultivo em todo o mundo, são vendidas lá no exterior mas aqui não se acha em viveiro nenhum, embora exista 79 espécies desse gênero no Brasil (segundo o livro "The genus Stachytarpheta (Verbenaceae) in Brazil - by Sandy Atkins). Se alguém tiver qualquer dica sobre cultivo de Grevillea banksii, em vaso ou não, por mais simples que seja, ou souber aonde posso comprar qualquer espécie de Stachytarpheta, eu agradeceria profundamente.

Postado em 19/08/2011 05:59:57

Caros!

Preciso de ajuda. Tenho duas grevilhas grandes em frente a minha residência e uma delas, me disseram, estaria com um fungo, mais ou menos no meio do caule, com risco de que se quebre com ventos fortes. Tem realmente uma grande área mais escura que está descamando, parece que apodrecendo. Tenho procurado informações, mas tenho impressão de só ouvir "chutes" - acho isto, acho aquilo, parece que ninguém sabe.
Vocês poderiam me ajudar? É realmente fungo? Como tratar este fungo?
Fiz o cadastro neste site mas não sei como obter a resposta. Meu e-mail é oliveira@proplan.ufrgs.br.
Agradeço muito
Claudia Oliveira

Postado em 18/11/2010 11:43:09

Cuidado! as vezes esses site de outro pais, são mais loucos ainda! Se quiser fazer o que eu te indiquei tenho plena certeza que vai se sair bem, eu planto a 14 anos, tudo que é tipo de árvore, palmeiras e plantas e cultivo bonsai a 12 anos, tenho exemplares maravilhosos, conheço muito bem sobre o que estou dizendo, agora vai da sua escolha sou técnico ambiental, estudei solo. E a propósito visita o meu site e se cadastra, que recebe sementes gratis, temos espécies unicas já se cadastra pois quando tivermos novidades, entramos em contato pois o site apenas iniciou á 2 semanas, estamos colocando os produtos ainda!

Até mais fica, com Deus!

Postado em 17/11/2010 22:31:53

Obrigado pela resposta. Esqueci de postar aqui que entrei em um fórum australiano e um internacional e o que os australianos e um holandês (ele disse que cultivam muito Grevilleas em vasos na Holanda) me disseram foram para usar casca de pinus com variação na granulometria (algo entre a nossa moída/triturada/pó e a média, usa em orquídeas) e pó de casca de coco, na proporção de 80-90% e 20-10% respectivamente. Todos disseram o mesmo sobre a adubação (que em outro fórum brasileiro foi considerado "mentira") e nenhum disse que o vaso estava pequeno. Como a compostagem da casca de pinus deve levar de 12-14 semanas, eu deixei a planta do jeito que está, pois em 12-14 semanas mudarei para uma casa e plantarei a Grevillea no chão. Devo admitir que venho usando Superthrive em todas as minhas plantas e algumas não apresentaram diferença ou apresentaram folhas vermelhas (acho que seja sensibilidade), mas a maioria, incluindo a Grevillea, vem crescendo bem. A Grevillea até tentou florescer, mas eu cortei os botões assim que vi começarem a ficar pretos. Em um vaso do mesmo tamanho, eu tenho um Camarão-Vermelho (Justicia brandegeeana) e começou a crescer um pé de mamão. Se eu tivesse com o celular eu tirava uma foto para vocês verem o tamanho da planta nesse vaso e na sacada do apto. Nesse mesmo vaso, tem uma mudinha de Odontonema strictum que "pegou" e já quer florescer e um ramo de Planta-Batom que também "pegou".

Tiago, vou visitar seu site, mas tem um outro tópico meu com pedido de mudas ou sementes de plantas específicas ( http://www.paisagismodigital.com.br/port/Forum_Show.aspx?CodForum=385&CodCat=18&CodGrupo=2 ). Se encontrar alguma, me mande um e-mail ou MP pelo fórum.

Obrigado pela resposta.

Postado em 17/11/2010 16:55:29

Esqueça de tudo o que te falaram até agora, aconselho um vaso de 70 altura 50 largura que de para uns 20 a 30 quilos de terra, faça uma mistura de 50 % terra vermelha, 25 % terra preta e 25 % areia grossa. Meu amigo não precisa adubar, so coloque um minimo de NPK depois de 1 ano em dose muitíssimo pequenas a cada 2 meses só para dar forcinha, a mistura é perfeita para a maioria das plantas que plantei até hoje, sem esquecer que não se deve molhar muito excesso de agua também mata a planta, molhe somente quando perceber com o dedo que a terra esta seca, e coloque em local que ela tenha luz direta do sol, de preferencia o sol da manhã, se quiser tentar outras espécies para beija flor entre no meu site e veja o que temos lá. E qualquer duvida estou a disposição!

www.nebegsementes.com.br

Postado em 19/10/2010 12:14:45

Marines, eu já vi Eupetomena macroura, Amazilia fimbriata e Chlorostilbon lucidus (que são as espécies que vem em casa) usando a Grevilha-anã. A Grevilha-anã tem o néctar de fácil acesso, tanto é que é comum ver o C. lucidus usando-a. Além disso, já muitas outras fotos de espécies diferentes de beija-flores utilizando-a (se o C. lucidus a usa, pode esperar outras aves usando-as (até Sanhaços que tem o bico e língua menores).
Eu quero cultivar esta planta, simplesmente porque Banksias e Grevilleas produzem maior concentração e volume de néctar por metro cúbico do que hibiscos e demais plantas nativas (creio ser a única exceção as Stachytarphetas, mas estas todo viveiro despreza). Quanto aos cultivares, Uberlândia é um local fraco para plantas "diferentes". Por ex., tenho dificuldade em achar Odontonema strictum e Abutilon megapotamicum, que são plantas comuns. Pelo porte e tipo de folhas, duvido que não seja Grevillea banksii var. forstari, mesmo porque quando compro as mudas, elas vem com um "grupo" de flores e elas e suas sementes são iguais à das Grevilha-anã "comum". Sei do potencial invasivo, reações alérgicas, etc., mas como não acho plantas nativas do cerrado, como as Stachytarphetas, tenho de recorrer a plantas exóticas. 4 anos procurando Stachytarpheta sp. e Salvia guaranitica (e outras plantas nativas) sem sucesso se não causar desistência, causam frustração e indignação. Entre um e outro, prefiro utilizar uma planta exótica quase naturalizada, ao invés de usar bebedouros de açúcar.

Thiago, não sei se é pequeno. Quando comprei a muda (ela tinha a mesma altura, só não tinha as folhas inferiores), o torrão ficou com folga no vaso. Para a planta estar "pot bound", ela teria que ter se desenvolvido muito mais. Quanto à Brinco-de-princesa, a mesma não suporta o calor que descrevi da minha sacada. A capuchinha eu não conheço (e já li muito artigo científico nacional e internacional sobre plantas nectaríferas), mas eu vou mudar para uma casa com amplo terreno em breve e, por isso, preciso de plantas rústicas e com alta produção de néctar (tanto concentração e volume) para não precisar de bebedouros.

Repito que quero cultivar a Grevilha-anã por não encontrar Stachytarphetas e que ela não será a única planta que plantarei no terreno. Já tenho Russelia equisetiformis (vermelha e creme), Justicia brandegeeana, Pachystachys lutea, Campsis radicans, Salvia involucrata, Salvia leucantha, Odontonema strictum, Goethea strictiflora, Thunbergia erecta, Canna indica, Hamelia patens, Malvaviscus arboreus e estou prestes a comprar Justicia betonica, Megaskepasma erythrochlamys e procurando Stachytarpheta sp., Salvia guaranitica, Justicia floribunda/J. rizzinii e Combretum lanceolatum. Eu preciso de uma planta "chefe" que produza MUITO néctar, para minimizar (ou dispensar, se tivesse Stachytarphetas e Grevilhas-anãs crescendo) o uso de bebedouros e que não necessite de muitos cuidados, pois a área é grande e outras plantas, como a Megaskepasma erythrochlamys são mais vulnenáveis a pragas do que outras.

Daniel.

Postado em 19/10/2010 11:34:18

Então Daniel...
acho que esse vaso seja muito pequeno pra suportar um arbusto como a Grevillea.

mas se a intúito é atrair pássaros, existem muitas plantas com potencial ornitofílico.

Já que vc mora em apartamento, posso sugerir 2 plantas p vc, são plantas pequenas e atraem muitos passaros.
(Brinco de princesa) e (capuchinha)esta produz flores comestíveis e aquela tem flores lindíssimas.

Bom apenas uma sugestão!

Postado em 19/10/2010 09:15:58

Uberlândia tem cerca de 10 espécies de beija-flores e umas 8 espécies de Psittacidae, que são as maritacas, papagaios e afins. Alguns beija-flores são especializados em um tipo de tamanho de tubo de corola. em Grevillea banksii tenho visto muito beija-flor-tesoura e o besourinho-de-bico-vermelho. Você não irá atrair todos os tipos de beija-flor com esta planta. Além disso é uma planta introduzida australiana com grande potencial invasor, em alguns países elas são vendidas com ressalvas. Aves com as maritacas são dispersores de sementes. Você está no meio do cerrado com plantas maravilhosas e provavelmente com beija-flores especilaizados em retirar néctar dessas plantas. Mas, se você quer mesmo cultivar esta espécie precisa saber que existem muitos cultivares de Grevillea banksii como Robyn Gordon and Superb, que são mais compactadas, tem vários outros que podem ser mais adequados a sua situação. Você pode estar comparando mudas Grevillea banksii de cultivares diferentes, que requerem condições diferentes, alguns podem ter até cores de flores diferentes. você precisa saber o que você está comprando. Quanto as Stachytarphetas, elas são vendidas no exterior porque o brasileiro tem pouco interesse nas suas plantas locais.

Postado em 18/10/2010 23:09:14

Só para complementar, vou colocar aqui o que respondi em um outro fórum. Talvez as informações ajudem.

"Olá. Ainda não consegui ler o .pdf, pois, estou doente e minha capacidade de leitura está prejudicada. Se o ponto importante for o clima, moro em Uberlândia - MG, ou seja, Cerrado. Não sei definir o clima em termos técnicos, mas o ano todo é quente (neste último Inverno, de acordo com o Weatherbug, o dia com temperatura mais baixa foi 22ºC, se não me falha a memória, mas teve dias que passou dos 30ºC, principalmente antes das chuvas da Primavera, que não são muitas), chove praticamente só na Primavera e Verão e a humidade é baixa (neste último Inverno inteiro, ficou abaixo de 30%). Aqui eu preciso jogar mais água nas plantas durante Outono e Inverno, do que na Primavera e Verão (no ínicio, eu jogava mais água, nestas duas estações, pois, sempre fala-se em jogar menos água no Inverno e isso causava o aparecimento de fungos e cogumelos nos vasos com terra vegetal).

Quanto às informações do Seedplant, diz praticamente o básico. Posso adiantar que a Grevillea banksii é natural de solos arenosos (e muito tolerante à secas, depois de desenvolvida), pobres (tem rizomas especiais para captação de P; nossos fertilizantes químicos matam a mesma com certa facilidade, principalmente iniciantes) e leves. Ela é natural de Queensland, costa da Austrália e, de acordo com a Wikipedia, "It grows on headlands, ridges and forest." A única coisa que não entendi no site, são os 3 itens que compõem o substrato.

Olhando para a foto, dá para perceber que as folhas inferiores são maiores e com verde mais brilhante. As de cima (que pegam mais luz direta), são menores e tem as pontas amarronzadas. Entretanto, tanto as inferiores quanto as superiores encarquilham depois de um tempo. Sobre excesso de rega, digo que, se diminuir, as folhas inferiores ficam menores, mais folhas ficam com as pontas amarronzadas e este tom não se restringe às pontas das folhas, mas vai até quase a metade das mesmas e as folhas novas não crescem quase nada. Depois de um tempo, a planta vira uma "estátua". Se deixa-la assim (fiz isso com uma das 4 primeiras, só não me lembro qual), depois de MUITOS meses, mesmo raspando o tronco e vendo "tecido verde" a planta simplesmente seca até a morte.

Uma viveirista me disse que ela precisava "pegar Sol da tarde". Sei que a luz da manhã contra a parede, chão e teto brancos cria um "bafo" que, durante a Primavera e Verão, uma pessoa não aguenta ficar na sacada por mais de alguns minutos. Só depois do meio-dia é que começa a ficar "razoável". Como disse, já tive Bougainvilleas e Amoreira, então não sei se falta luz direta para a planta (se coloco no local aonde estas duas estavam, a Grevilha apresenta mais sintomas de desidratação; mais recuada e pegando menos luz direta, ela está soltando mais folhas e maiores, ou melhor, estava, pois parece que deu uma empacada e agora com as chuvas e humidade mais alta, voltou a engatinhar).

Meio OT, mas meio não: eu não correria tanto atrás da Grevilha-anã se encontrasse as Stachytarphetas, que são como ervas-daninhas e tem alta concentração de néctar (~32%), muitas flores (logo, grande volume) e são nativas. Preciso de uma ótima planta para um jardim de beija-flores (para não ter de usar bebedouro) justamente visando a recuperação de minha saúde, e estas duas plantas são as únicas que conheço que pode manter um tráfico diário de beija-flores sem a necessidade de bebedouros (claro que plantarei também Odontonemas, Russélias, Camarão-vermelho e Camarão-branco, etc.).

Ficou meio longo, mas agradeço qualquer ajuda desde já."

Foto da planta: http://i1003.photobucket.com/albums/af155/Ato_Puro/Grevillea_banksii.jpg

Postado em 18/10/2010 17:19:48

Os vasos são o nº6 da Nutriplan (aprox. 30cm de diâmetro - a "boca" do vaso - e 25cm de altura). Se eu não estiver errado, eles tem, de acordo com o site da Nutriplan, 25,0cm ALT, 28,5cm DIAM. SUP., 20,0cm DIAM. INF. e 10,5 L de capacidade.
A drenagem era basicamente (além dos furos dos vasos), argila expandida coberta com manta.
Esqueci de falar sobre a iluminação. Moro em um apartamento virado para o Leste. Tenho luz direta do nascer do Sol até 12:00-12:30pm. Sei que a Grevilha gosta de muita luz. Ao lado dela, eu ja tive duas Bougainvilleas e uma amoreira e as Bougainvilleas floriam o ano todo e a amoreira dava frutos (poucos, mas doces). Mas é um "bafo" a sacada. Dá para fritar um ovo, literalmente (já aconteceu). As Bougainvilleas, por ex., "bebiam" 1L de água por dia e não tinha mais do que 2m de altura e 1m de largura.

Qualquer outra informação necessária, é só pedir.

12
Página:  de 2    

Login Requerido

Para responder este tópico o login é requerido.
Se você já possui uma conta de usuário por favor faça seu login
Se você não possui uma conta de usuário use a opção Registre-se.


 eBook: 20 plantas comestíveis para o seu jardim
Conheça os melhores softwares para paisagismo e irrigação


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!