Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Bambu: astro do paisagismo, construção e sustentabilidade

Autor: Regina Motta - Data: 13/02/2012
RSS

O bambu já é um "astro" em projetos de paisagismo, devido à sua beleza e versatilidade. Hoje, no entanto, já é considerado por muitos como a madeira do futuro.
A busca por alternativas sustentáveis tem uma vertente tecnológica e futurista, como o Projeto Vênus ou Agricultura urbana: Dragonfly e outras que aproveitam a experiência humana da antiguidade como Permacultura, sendo uma volta ao passado com o conhecimento de hoje.
Na China e no Japão o bambu sempre foi usado nas construções há milênios. Hoje, verifica-se que este material pode ser uma bela alternativa em questão de custo e preservação das florestas. Arquitetos do mundo todo redescobriram o bambu e passaram a usá-lo em modernas obras públicas.



O bambu é uma planta muito resistente e tudo nela é aproveitado, com a raíz é possível usar como proteção contra erosão, pode-se ultilizar as folhas como um fôrro , a semente pode ser ultilizada como alimento, na fabricação desde papel até tábuas, produzir móveis, peças de artesanato, com a polpa se obtéma celulose e o álcool, é possivel até fazer instrumentos musicais, e também produzir remédios.



Na América Latina o Brasil possui a maior biodiversidade de bambu, com mais de 140 espécies registradas. O pais que mais se destaca pelo investimento em bambú é a Colômbia.
Pesquisador desse recurso há cerca de 30 anos, o professor Khosrow Ghavami, do Departamento de Engenharia Civil da PUC-RJ, não tem duvidas sobre seu potencial.
Ele diz que das 14 espécies que estudou, três delas, em especial, tem mais de 10 cm de diâmetro e são excelentes para a construção: O guadua (Guadua angustifolia), ao bambu-gigante Dendrocalamus giganteus e ao bambu-mossô (Phyllostachys pubescens). Todos são encontrados no Brasil, onde existem grandes florestas inexploradas de várias espécies. No Acre, por exemplo, os bambuzais cobrem 38% do estado.


Projeto de S. Velez - Venezuela

A aparente fragilidade do bambu é enganosa, sua resistência surpreende, além do crescimento é rápido, em três anos está pronto para o corte. Se tratado adequadamente, ele apresenta durabilidade superior a 25 anos, equivalente a do eucalipto, por exemplo. Existem tratamentos químicos para remover pragas como brocas e carunchos (cupins não se interessam pelo bambu). Além do autoclave, outro procedimento comum chama-se boucherie, em que a seiva e substituída por um composto formado de cloro, bromo e boro. Submergir as varas em água durante 20 dias também produz bons resultados, afirmam os pesquisadores.


Estacionamento na Alemanha

Alguns projetos pelo mundo mostram o potencial do bambu como : Em Leipzig, na Alemanha, a fachada do novo estacionamento do zoológico municipal foi construída com varas de bambu presas em cintas de aço. Perto de Madri, na Espanha, o Aeroporto Internacional de Barajas surpreende os usuários com seu enorme forro, que torna leve o visual da estrutura de concreto e aço. Esta tendência na Europa se iniciou com a Expo 2000 em Hannover, onde o pavilhão colombiano, desenhado pelo arquiteto Simón Vélez, empregou essa matéria-prima.


Mirante Colombia


Residência colombiana - Projeto de S. Velez

Fontes:http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/casa/conteudo_234776.shtml
http://65.254.59.226/~carpinte/?p=103

Você pode se interessar também por:
Paisagismo com bambu
E você, o que já está fazendo para colaborar com o planeta?
Meio Ambiente: Carta do Chefe Seatle ao Presidente Americano


Compartilhar:



e-Book gratuito: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  

Comentários

21/04/2012 15:20:50

Marcia, agradeço a sua apreciação! Este retorno dos leitores é muito importante para nós!

20/04/2012 13:24:08

Amo bambus e tudo que é feito com essa matéria prima........Parabéns pela matéria..


7 Visões
Mostre seus produtos para o público certo!


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!