Quer aparecer aqui?  Veja Como


Ano
Pesquisar

Paisagismo com Tillandsias: plantas do ar

Autor: Rômulo Cavalcanti Braga - Data: 04/01/2012
RSS

JOIAS DE UM REINO (QUASE) OCULTO
- PEQUENAS NO TAMANHO, GRANDES NA BELEZA -

As Tillandsias, tesouro secreto dos desertos, também conhecidas mundialmente como Airplants, são majestosas jóias exóticas de um reino quase oculto na natureza. Elas estão entre os Deuses maiores das obras de arte. São os cultivares mais belos e magníficos da família das Bromeliaceas, essas maravilhas não necessitam de terra para crescerem.
O gêneroTillandsia foi nomeado por Carolus Linnaeus em 1738 em honra ao medico e botânico finlandês Doutor Elias Erici Tillandz (originalmente Tillander) 1640 / 1693.
A Tillandsia é um gênero botânico pertencente à família Bromeliaceae, subfamília Tillsandsioideae.
São plantas aéreas e a maioria habita as árvores e absorve seus nutrientes e umidade do ar. São mais de quatrocentas espécies e é o gênero que apresenta o maior numero de espécies espalhadas pelas Américas. São encontradas em desertos, bosques e montanhas. No Brasil existem cerca de quarenta espécies diferentes de Tillandsia



Tamanho, Forma e Textura - Elas podem variar muito em tamanho (de três centímetros a cinco metros de altura), forma (enrolado, roseta, bulboso, em forma de concha, provindo, etc.) e textura (macio, peludo a dura e verde). Todas tem tendência acrescerem e se aglutinarem-se formando lindas bolas decorativas.

Inflorescência - Lindas flores são outra característica destas plantas. A intensidade e a riqueza dos roxos, vermelhos, rosas, amarelos, verdes e carmim é algo para se contemplar. Flores ou inflorescências que podem durar de uma semana a dois meses. Em algumas variedades, podem durar até um ano. Com alguns espécimes podemos encontrar grandes surpresas. Pequenas flores com menos de um centímetro de cumprimento que exalam um perfume tão intenso de notas extasiantes que podem tomar todo ambiente onde se encontram. Para os incrédulos sugiro uma pequena experiência. Coloque em uma sala um ou dois exemplares de Cacticola, Straminea ou Duratii, deixe que permaneçam ali por algum tempo no ambiente fechado, posteriormente entre e ai constatará a veracidade dos fatos.
As notas adocicadas as vezes se tornam inebriantes. Não raro nas matas, ao se caminhar pelas trilhas, sente-se o aroma de lavanda e outras essências. São intensamente visitadas por Beija-Flores, Abelhas e pássaros frutívoros, que além de polinizá-las, se encarregam de disseminar-lhes as sementes.

Reprodução I - Durante e / ou após a floração, as Tillandsias produzem em qualquer lugar onde se encontram de uma a uma dúzia de mudas ou filhotes. Estes crescem gradualmente e atingem o tamanho adulto entre um a quatro anos, enquanto a planta mãe ou matriz gradualmente morre no espaço de uma geração ou duas.

Ambientação - As plantas florescem quando maduras, sob a combinação de luz, água, circulação de ar, temperatura e umidade. Estas condições são possíveis dentro de casa usando o ventilador de teto, a iluminação de uma janela com claridade sem a presença dos raios solares e uma bandeja com água ou cascata decorativa nas proximidades. Alguns borrifos em névoa proporcionados por um aspessor alguns dias na semana são sempre benéficos. Agora deve-se ter o cuidado de se verificar se não estão sendo encharcadas, pois elas podem apodrecer.
É claro que manter as plantas ao ar livre é melhor e poucos cuidados são necessários. Ao colocar a planta de sol direto, como sob uma grande árvore onde os raios espreitam através das folhas é ideal para fazer a planta crescer saudável e obter florações. Uma árvore também protege as plantas da chuva ou danos causados pelo vento. Ficam muito decorativas quando penduradas em uma cerca ou muro do pátio. A aplicação de uma rega leve com uma mangueira de água em dias alternados em dias secos proporciona bastante umidade para o crescimento saudável, mas a maioria pode tolerar semanas de abandono.
A melhor maneira de se saber se a planta não está recebendo bastante umidade, é quando as folhas começam a ondular ou criar um canal no cumprimento da folha.
Como regra geral, os exemplares de folhas verdes e macias requerem menos sol e mais umidade e tendem a prosperar em ambientes frios, tipo: uma varanda sombreada, pátio ou uma parede de frente para o sul com um beiral de telhas que proporcionam sombra são áreas ideais. As de cor cinza de folhas mais duras preferem mais luz e menos umidade e se adaptam melhor a áreas mais quentes, com algum sol pela manhã ou mesmo filtrado pelas folhas de uma árvore é o ideal, mas deve-se observar se há marcas de queimadura, isso indica sol em excesso. De uma forma geral as Tillandsias suportam bem temperaturas que podem atingir até quarenta e cinco graus. Adubação
As Tillandsias quando fertilizadas durante os meses quentes irão reproduzir-se com muito mais força e vigor, quando combinadas com iluminação e regas freqüentes. As plantas devem ser adubadas em uma programação consistente e contínua. Um bom adubo foliar diluído em água e aplicado na forma de névoa é o ideal. Agora deve-se ter o cuidado para não se utilizar uma dosagem muito forte, pois as Tillandsias, como as Bromélias em geral, têm um grande poder de absorção. Então o recomendado é que se utilize ¼ da dosagem recomendada pelo fabricante, e a cada duas semanas uma dosagem um pouco mais forte na proporção da metade da dosagem recomendada pelo fabricante diluída em um litro de água.
As aplicações devem ser dar com o auxilio de um aspessor, observando-se os horários de sol frio, pela manhã cedo ou à tardinha quando o sol está se pondo. As formulações podem ser as mesmas utilizadas em Orquídeas, observando-se que devem conter uma baixa concentração do elemento Cobre. Uma boa formulação recomendada é a 17-9-26 (importada) encontrada no Osmocote ou mesmo o 14-14-14 também do Osmocote. Como geralmente vem granulado, deve-se bater a dosagem em um liquidificador e coá-lo, para não entupir o aplicador.
Indução de Florescimento
Um exemplar forte e saudável, pode ser artificialmente induzido a florescer. Para tanto basta colocá-lo em um saco plástico com um pedaço de maçã por um ou dois dias, durante seis ou quatorze semanas, dependendo da espécie. O gás etileno liberado pela maçã forçará a floração precoce da planta. Existe também no mercado um produto importado chamado Florel, que tem por finalidade a indução do florescimento precoce. Ele é muito utilizado por viveiristas e produtores para forçar a floração e frutificação para melhores preços fora da safra (acontece muito com o limão, manga, etc.).
Eu, particularmente, não sou adepto desse artifício e nem o recomendo o uso, pois ele reduz a expectativa de vida das plantas e reduz a quantidade de mudas. Se ao exemplar é dado a permissão de completar seu ciclo de vida natural, as flores também tendem a durar mais tempo. Assim, recomendo muito cuidado quando se propõe a adquirir algum tipo de planta. Pois normalmente empresas e / ou pessoas inescrupulosas vendem Tillandsias em vasos fixadas por palha de arroz ou outro tipo de substrato como se o exemplar fosse terrícola. Desavisadamente, o comprador leva para casa uma "bomba de efeito retardado", pois por falta de experiência, permite que o exemplar adquirido continue ali afixado e continua a regá-lo generosamente, essa combinação fará com que a planta apodreça e morra, levando o comprador a voltar ao estabelecimento e adquirir novo exemplar. Vejo isso acontecer muito a miúdo aqui. Mas nem todos os estabelecimentos são inescrupulosos, mas existem alguns por aí.
Reprodução II - Normalmente após o florescimento vêm as mudas ou filhotes, mas alguns exemplares irão produzi-los antes de então. Os filhotes podem ser deixados ligados à planta mãe, e formarão touceiras atraentes, ou caso queira, podem ser separados e afixados em alguma outra coisa para crescerem individualmente. Se optar por separar as plantas, aguarde até que os filhotes cheguem a metade do tamanho das matrizes ou mais. Munido de uma faca afiada e esterilizada, corte no ponto de fixação ou seja na axila da planta mãe. Mantenha a ferida limpa e a cauterize com canela em pó e deixe secar por um dia ou dois. Os objetos e / ou material que forem utilizados para anexar as novas mudas devem ser ásperos ou cheios de fendas. A planta pode ser colada, presa ou amarrada com linha de pesca ou barbante.
Montagem Cênicas
A montagem ou suspensão das Tillandsias é muito simples. Se a montagem é para uma exposição ou voltada para venda, poderá ser utilizada uma cola especial (importada) chamada Tilly Tacker e / ou a E-6000, que são elaboradas especialmente para montagem de Tillandsias ou Airplants. Outras formas de fixação podem ser feitas com o auxilio de linha de pesca, linha encerada ou fio de arame ( sem COBRE). Os materiais a serem usados como base de fixação podem ser conchas, corais, pedras, cristais, troncos, galhos, variando de acordo com a criatividade e o gosto individual de cada pessoa.



Idéias Criativas
As Tillandsias se adaptam bem a qualquer tipo de situação desde que sejam respeitados os meios de sua sobrevivência. Com isso se tornou uma planta polivalente e pode ser utilizada na montagem de arranjos em cestas de barro, potes, guirlandas de videira, galhos de árvores secas com interessantes formas retorcidas, troncos, conchas, chapéu de palha para pendurar na parede, etc. As possibilidades são infinitas e tudo vai depender apenas de um pouco de imaginação. Apenas deve-se certificar-se a planta receba correntes de ar para secá-las após as regas.
Aqui em casa tenho vários pés de Jabuticabas, e um deles morreu. Deixei que secasse e cortei as partes mais finas da árvore. Revesti-a com Tillandsias Usneóides e apliquei algumas Fireball nas pontas. Foi um trabalho extenuante de três semanas, pois as Tillandsias, foram cuidadosamente enroladas em volta do tronco e galhos de maneira a revesti-lo totalmente, sem permitir que se veja os mesmos. A arte final compensou o sacrifício, pois o efeito visual foi muito além das expectativas.

Obs: Interessados na compra de exemplares destas variedades ou outras, favor solicitar Catálogo Fotográfico pelo e-mail: romulocbraga@uol.com.br

Você pode se interessar também por:
Tillandsias: as filhas do vento
Paisagismo com plantas ornamentais raras: Tillandsia Xerographica
Paisagismo com plantas ornamentais raras: Tillandsia creation
Viagem à pre-história: Plantas estranhas ainda vivas
Gigantes da natureza: conheça as maiores árvores do mundo!
Gigantes da natureza:conheça as maiores flores do mundo


Compartilhar:



Guia: Como se destacar no mercado de paisagismo

Login Requerido

Fazer Login para comentar

  


Curso de Marketing Digital para Paisagismo
Mostre seus produtos para o público certo!
Destaque-se no mercado de paisagismo


Cadastre-se Grátis
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501
X

Receber alertas das publicações do site


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!